Portal V1

Cassação em Valença repercutiu em todo estado

12/09/2017

Câmara de Valença

A cassação dos 29 vereadores e suplentes de Valença nesta terça-feira (12), foi a grande noticia do meio-dia nos jornais e portais de noticias do estado. Na cidade se ouviu alguns fogos, após a noticia, mas todos ainda atônicos com a decisão que mudará a composição do parlamento municipal.

Entre os políticos, o vereador Rubens Alencar (PMDB) afirmou que a decisão não é positiva. “Essa decisão não é uma coisa positiva pra politica, independentemente de quem foi prejudicado ou beneficiado, ela só tem um culpado, o ex-prefeito de Novo Oriente Marcos Vinicius. A culpa pela cassação não pode ser atribuída à oposição” disse. O ex-prefeito não foi localizado para comentar a fala do vereador.

Após a decisão é esperada a publicação do acórdão que deve acontecer até o fim de semana. Após essa publicação será feita a recontagem dos votos que definirá a nova composição do Poder Legislativo que passará por todo o rito de uma posse, inclusive com a eleição de uma nova mesa diretora. Também após a publicação do acórdão os vereadores cassados poderão recorrer da decisão em Brasília.   

As especulações agora giram entorno de quem assumirá as cadeiras na câmara. Nesse quesito, o suplente de vereador Ailton Carvalho publicou um levantamento pessoal de quem ocuparia as cadeiras do parlamento segundo sua contabilidade feita com os números da ultima eleição.

Veja a publicação de Ailton Carvalho

Com a cassação dos 29 candidatos da coligação da prefeita e a consequentemente anulação dos votos dados a estes referidos candidatos, teremos mudanças na câmara municipal.

O novo coeficiente eleitoral, que é o resultado da soma dos votos válidos (nominais e de legenda), que somaram um total de *5898 votos,* divididos pelo total de vagas a preencher, que são 11. O resultado chega a 536,18. Como a fração é menor que 5, despreza-se. *Ficando o coeficiente eleitoral de 536 votos*.

Com isso teremos o seguinte resultado:

Coligação de Marcelo Costa: 2509 votos válidos. Divididos por 536 = 4,68 vagas.

Coligação de Liduina Alencar: 2197 votos válidos. Divididos por 536 = 4,09 vagas

Coligação de Getúlio Gomes: 1192 votos válidos. Divididos por 536 = 2,22 vagas.

Marcelo Costa ficaria com 5 vereadores, sendo 4 pelo coeficiente é mais um pela maior sobra. Além de Lucivaldo Monteiro(SD) e Rayonardo Mendes(PHS) que já estão no mandato, entrariam ainda: Joaquim Filho(PTB), Vanildo Castro(SD) e Johny(SD).

Liduina Alencar ficaria com 4 vereadores. Além de Rubens Alencar e Leilivan Martins, ambos do PMDB, elegeria ainda: Edilsa do Vale (PMDB) e Geane Vieira(PT).

Getúlio Gomes ficaria com 2 vereadores. Além de Íris Moreira, elegeria Iara Costa, ambas do PP.

Esta, portanto seria a nova composição da Câmara Municipal de Valença.

Compartilhe

Deixe seu comentário