Portal V1

Editorial

03/03/2013

Já estamos vivendo os últimos dias da Quaresma de 2013. Mas, como sempre ainda é tempo de reflexão, esperança, paz e confiança. Confiança na História da Ressurreição de Jesus Cristo. Jesus, O Filho de Deus que na terra viveu sob a condição humana e, para nos livrar da morte eterna morreu na cruz por nossos pecados.

Todo cristão fiel a Deus sabe de cor esta História, como também sabe da resposta dada por Jesus Cristo aos fariseus, exaltando o Amor de Deus ao ser humano. Como síntese das Leis Divinas este amor, é o amor ao próximo. Amor, às vezes abafado pela ignorância ou mesmo egoísmo, mas que está presente na vida humana desde o homem selvagem que sem saber exprimi-lo corretamente não deixou de senti-lo, ao homem civilizado e evoluído em conhecimentos. Desse modo, por mais que o ser humano se julgue incrédulo, se desvie na abjeção do crime ou se dedique apenas ao cultivo dos bens materiais, na sua essência, há a Centelha Divina do Amor do Pai, que é o amor ao próximo á espera do direcionamento para elevar seus sentimentos e suas ações ao encontro da doutrina de Deus. Eu, particularmente aprendi deste ensinamento que amar o próximo, é uma decorrência natural do Amor de Deus, amor do qual resulta a regra de ouro: “Fazermos pelos outros, o que queremos que seja feito por nós”.

Esta introdução se faz necessária para informar o meu desejo de comunicar a minha visão sobre os fatos, com a redação de textos precisos e clarividentes, contextualizando Histórias e Versões sobre pessoas e acontecimentos de nossa cidade.

E a partir de então, com a permissão Divina entro neste Espaço da Comunicação com a página quinzenal; VALENÇA E O TEMPO, não fique o internauta imaginando que seja algo direcionado tão somente a História de Valença… Não; VALENÇA E O TEMPO, será um composto de informações atualizadas sobre Valença, sua gente; a história construída no tempo que se renovará a cada 15 dias, mesclada com comentários sobre: ai sim, a sua História, o seu cotidiano, o nosso Estado, o Brasil e o mundo… Não será este um programa de fofoca, críticas, reclamações… Não, não corresponderia ao meu estilo. Serão informações atualizadas e opiniões pessoais direcionadas a quem busca a realidade, sem o desejo de ferir o próximo.

Com a precisa madureza de raciocínio, sei que não conseguirei agradar a todos e previno que já estou preparada porque entendo que os variados climas do mundo são comparáveis a nossa vida: há os frios que se deliciam com crueldades, pieguices, tristezas…, e eu não quero escrever nada que possa suscitar tais sentimentos. Os quentes que são ávidos por insultamentos, balelas, boatos, prazeres baratos de revoltas, conflitos, aflições, mentiras…, não, não combinam com o meu pensamento. Assim informo que será um trabalho bem dosado, (mais ao estilo tropical, não desejo suscitar problemas), sério e despretensioso, inspirado nas Leis dos homens e de Deus, direcionada a leitores famintos pela verdade (pura e clara) sem misturas.

Antes, convém lembrar não quero tratar de exortação ou profecia; é apenas uma apresentação sincera e um convite para as próximas leituras. Com um encontro especial marcado para no DIA 8 DE MARÇO que será nossa abertura oficial de VALENÇA E O TEMPO com uma homenagem as mulheres Valencianas.

Até o nosso próximo encontro. Não esqueça: 8 DE MARÇO.

À sua espera. Ir.

Compartilhe

Deixe seu comentário