Portal V1

Plinio Valente Pede que ex-prefeito Marcos Vinicius devolva dinheiro da previdência

16/06/2017

Procurador Geral do Ministério Publico de Contas, Plinio Valente

O Procurador Geral do Ministério Publico de Contas, Plínio Valente Ramos Neto, apresentou uma Representação Cumulada com Pedido de Medida Cautelar contra o ex-prefeito de Novo Oriente, Marcos Vinicius Cunha Dias para que o mesmo devolva  R$ 1.002.000 (um milhão e dois mil reais) aos cofres da Novo Oriente do Piauí PREV.

Em sua solicitação, o procurador geral informou que foi retirado da Novo Oriente do Piauí PREV, mais de um milhão de reais em três parcelas conforme extratos bancários da Agencia da Caixa Econômica Federal.

“Informa-se que referida conta corrente finalizou sua movimentação em 29/08/16 com saldo de apenas R$178,49, enquanto o saldo contábil foi encerrado no valor de R$ 1.002.178, em razão da não contabilização de débitos ocorridos nos valores de R$400. 000,00; R$300. 000,00 e R$302 em 16/08/16” pontuou.

O procurar informou sobre o destino do dinheiro. “Informamos ainda que elevada monta foi debitada na conta corrente do Fundo de Previdência e creditada em conta corrente de titularidade da ore feitura: Banco do Brasil S/A Agência 2761-8 conta corrente n° 17.918-3 – Pref N Oriente Mov em 16/08/16 (Anexo 02). Em seguida o montante foi aplicado no âmbito desta conta da pje feitura para em seguida sofrer sucessivas retiradas” disse.

Ex-prefeito de Novo Oriente, Marcos Vinicius

Após essas afirmações, o procurador pediu o ressarcimento do dinheiro. “Dessa feita, o Ministério Público de Contas representa a este Egrégio Tribunal para que seja determinado o ressarcimento ao Fundo Previdenciário do Município de Novo Oriente do Piauí, pelo ex-gestor, Sr. Marcos Vinicius Cunha Dias, dos valores indevidamente debitados daquele Fundo e transferidos a conta de titularidade da prefeitura, totalizando a quantia de R$ 1.002.00,00, além de revelar grave lesão aos princípios da legalidade, da moralidade administrativa e do equilíbrio-financeiro e atuarial” concluiu. O ex-prefeito Marcos Vinicius não foi localizado para comentar a matéria.

CLIQUE A AQUI E ACESSE O PEDIDO

Compartilhe

1 Comentário

  1. antonio borges em 16/06/2017 às 21:48

    A maioria dos políticos fazem tudo para ganhar e permanecer no poder, esquecem que existe justiça, que apesar de lenta uma hora funciona, fiquemos de olho aqui em Valença a mãe dele quer fazer o mesmo que o filho fez com Novo Oriente e só a justiça pode conter atitudes como essas, já que a maioria dos vereadores que foram eleitos pelo povo, estão a serviço da prefeita.

Deixe seu comentário