Portal V1

Gestores discutem a reorganização da saúde no Vale do Sambito

15/06/2015
Câmara de Vereadores de Valença

Câmara de Vereadores de Valença

Gestores municipais, secretários de saúde, vereadores e agentes públicos na área da saúde da região valenciana estiveram reunidos nesta segunda-feira (15), na Câmara de Vereadores de Valença para discutir o novo mapa da saúde proposto pela Secretaria Estadual de Saúde do Piauí, (SESAPI) que em tese facilitará o acesso da população aos serviços de saúde, quando se propõe a divisão do estado em cinco macrorregiões (Teresina, Picos, Bom Jesus, Floriano e Parnaíba) com a inclusão de redes de atenção a saúde em vários pontos como urgência e emergência, rede cegonha, atenção psicossocial, pessoas com deficiência e de doenças crônicas.

Após a abertura solene, as autoridades ouviram a palestra da servidora da SESAPI, Suzana Alexandrino, que apresentou um relatório sobre a realidade dos municípios do território. Ela informou que essa proposta não desfaz os 11 territórios já existentes que continuarão com suas responsabilidades. O que se quer com essa reorganização segundo Suzana Alexandrino é descentralizar o atendimento que em quase sua totalidade tem a capital Teresina como destino.

A coordenadora da Comissão Intergestora Regional, secretária de saúde de Lagoa do Sitio, Vera Gabriel intermediou o encontro que contou com a participação de gestores de Valença, Pimenteiras, Lagoa do Sitio, Barra D´Alcântara, Várzea Grande, Elesbão Veloso, São Feliz, Inhuma, entre outros municípios.

Na plenária o assunto mais comentado foi à burocracia das ações que atrofia a cobertura da saúde nos municípios que pelo relatório apresentado está muito descoberto de profissionais, equipamentos e outras ações. Para se ter uma ideia dessa fragilidade dos 14 municípios apenas Valença e Elesbão Veloso contam com o serviço do SAMU. Outro dado dar conta que boa parte dos hospitais municipais não dispõe de laboratórios para auxiliar no diagnostico.

Compartilhe

Deixe seu comentário