Valença do Piauí, 09 de dez, 2021

Insatisfeitos com 3G devem processar operadoras, diz Proteste

A associação de consumidores Proteste iniciou a segunda fase da campanha “Em busca do 3G perdido”. O projeto, que planeja identificar problemas na internet móvel e orientar seus usuários agora passará a incentivar que as pessoas entrem na justiça para reclamar contra a má qualidade dos serviços prestados pela operadora. O site oficial (confira aqui) prevê indenizações de até R$ 13,5 mil.

A entidade pede que consumidores que tentaram de forma fracassada uma solução com a operadora entrem em contato pelo telefone 0800-725-0304 para receber um modelo de petição para ingressar no Juizado Especial Cível. Segundo a organização, vários artigos do Código de Defesa do Consumidor respaldam a manifestação.

A Proteste afirma que sinal e velocidade inferiores aos contratados, com prejuízos à utilização do serviço caracterizam propaganda enganosa. Neste caso, cabe ressarcimento por danos morais e manutenção do contrato com descontos relacionados ao período em que houve falhas na prestação do serviço. Também é possível solicitar o cancelamento do serviço com abatimento na multa de rescisão, caso o contrato preveja este tipo de pagamento.

Na primeira fase da campanha, 43 mil brasileiros relataram problemas com a internet, principalmente falta de cobertura e velocidade abaixo do prometido.

Olhar Digital

0 Comentário