Valença do Piauí, 23 de maio, 2022

Jornal Meio Norte destaca potencial da Granja Moreira

O Jornal Meio Norte na edição dessa quinta-feira, 23 de abril trás uma matéria sobre a produção de ovos no estado do Piauí. A matéria destaca a liderança da Granja Moreira como a maior produtora de ovos do estado com pouco mais de 6,6 milhões de dúzias o que representa cerca de 25% de toda a produção do estado seguida pela capital com 2,8 milhões de dúzias cerca de 10,85%.

Veja a matéria na integra:    

No Piauí, o município com a maior  produção de  ovos  é  Valença,  com pouco  mais  de  6,6  milhões  de  dúzias,  representando  cerca  de  25%de  toda  a  produção  do estado. Na seqüência, aparece Teresina, com uma  produção de 2,8 milhões de dúzias, cerca de  10,85%  da  produção total piauiense.

E é justamente na capital que se encontra o maior número  de  granjas. A maior delas, por exemplo, a Granja Moreira, produz uma média de 240  mil  ovos  por  dia.

“Estamos no mercado há quase 35 anos, ou seja, desde 1987, e sempre procurando evoluir e produzir alimentos saudáveis e nutritivos que contribuirão significativamente para o desenvolvimento e qualidade de vida  dos  nossos  consumidores”, afirmou Carlos José Moreira, diretor-presidente da Granja.

Empresário Carlos José

Ele acrescenta que a sua empresa é toda informatizada e emprega, atualmente, cerca de 200 funcionários diretamente.

“Temos 46 aviários  funcionando  a  todo vapor, ainda mais com o crescimento  do  consumo  do ovo nos últimos meses”, destacou.

E praticamente toda a produção da  Granja Moreira,  bem  como  de outras  granjas  no  Estado,   é   absorvida   pelo mercado interno. Na Nova  Ceasa,  por  exemplo, foi registrado um crescimento  de  40%  nas  vendas    de ovos. Esse aumento  foi  verificado em  levantamento  feito junto  aos  permissionários do mercado pela gerência  operacional do  entreposto.

No local, diversos boxes e bancas comercializam o produto. Segundo permissionários do mercado, as boas  vendas  de  ovos  aconteceram  logo  no  início da pandemia.

“Acreditamos  que  a alta  no  preço  da  carne foi  o  fator  determinante para  o  aumento  tão  expressivo  das  vendas  de ovos,  se  comparado  ao mesmo  período  do  ano passado.  Aqui  no  nosso box,  há  meses  que  as vendas  subiram  em  até40%”,  disse   Ezequias Cardina, gerente de uma empresa que comercializa ovos na Nova Ceasa.

A  caixa  do  produto, com 360 ovos, custa, em média, R$ 120. A cartela com 30 ovos é comercializada, em média, por R$ 10 reais.

0 Comentário