Valença do Piauí, 04 de dez, 2021

Polícia espera vencer acusado de chacina pelo cansaço

policiaSeguem as buscas por Clewilson Vieira Matias, acusado de matar cinco pessoas no Povoado Palmeira de Cima, em São Miguel do Tapuio, município localizado 227 quilômetros ao Norte de Teresina. Mais conhecido como Chiê, o suspeito está foragido desde quinta-feira (30).

Policiais civis e militares que trabalham na investigação revelam que o tamanho da área investigada e o conhecimento da região por parte do foragido dificultam a captura.

“A região é muito grande. Além disso, ele tem uma certa experiência em incursões na mata. Ele é caçador e tem bastante conhecimento Por isso estamos tendo certa dificuldade”, assinala o delegado Matheus Zanatta, da Polícia Civil, que auxilia nas buscas lideradas por Laércio Evangelista, titular da Delegacia de Castelo do Piauí.

Embora o cerco já dure quatro dias, Matheus Zanatta crê que a Polícia está perto de prender o acusado. “Acreditamos que vamos vencer no cansaço. O pessoal está se empenhando ao máximo. Mas está todo mundo unido. A população está mais calma porque percebeu que a Polícia está se empenhando. Não vai demorar muito para ele ser capturado”, argumenta.

Por conta da natureza bárbara da chacina, agentes da Delegacia de Homicídios e do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil participam das buscas. Eles fazem companhia a homens das Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do Grupamento Tático Aeropolicial (GTAP).

Escondido há quatro dias, Chiê é acusado de assassinar a agente de saúde Maria Moreira do Nascimento, o professor de informática Roberto Crisóstomo, o comerciante Cláudio de Oliveira, o líder comunitário Juvêncio dos Reis da Silva e o estudante Sidney Tavares.

0 Comentário