Valença do Piauí, 09 de ago, 2022

Presidente da FUNASA assina ordem de serviço para estruturação de poços no Piaui

A Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) realizou, na manhã desta sexta-feira (01), na sede da APPM, a cerimônia de assinatura da ordem de serviço no valor de R$ 20 milhões, destinada à estruturação de poços no Piauí. O encontro contou com a presença do Presidente da FUNASA, Miguel Marques; Ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira; Prefeitos, Prefeitas e autoridades.

A ação faz parte do Programa “Força-Tarefa das Águas”, que nessa primeira etapa estará equipando aproximadamente 618 poços tubulares, atendendo mais de 40 Municípios. A partir da iniciativa, a FUNASA beneficiará quase 13 mil pessoas, correspondendo a aproximadamente 3,5 mil famílias.

O Presidente da APPM, Paulo César Morais, falou aos presentes acerca da relevância do programa, que será executado em maior escala na zona rural do Municípios.

“Essa ação é de suma importância porque vai equipar os poços já existentes e através desse aparelhamento será possível enviar água às famílias que mais necessitam, principalmente agora, que está se aproximando o período de maiores temperaturas e que há uma maior necessidade de água. Inclusive, esse programa é mais direcionado para a zona rural, onde existe maior escassez de água”, enfatiza o presidente.

De acordo com Miguel Marques, Presidente da FUNASA, a iniciativa é muito necessária para as famílias que residem nos Municípios beneficiados, que terão garantidos o acesso a água tratada e uma melhor qualidade de vida.

“A importância da Força-Tarefa das Águas ficou clara ao longo desses meses, e a FUNASA está trabalhando com muito empenho para que tudo seja feito da melhor forma, atendendo as necessidades de milhares de brasileiros, porque quem tem sede não espera”, afirmou Miguel.

Força-Tarefa das Águas

Esta é a terceira ordem de serviço referente ao Programa Força-Tarefa das Águas que a Funasa está assinando. Além do Piauí, foram firmados outros convênios para o aparelhamento de poços nos Estados do Rio Grande do Norte e Ceará, o que resultou em mais de R$ 93 milhões em investimentos.

Fonte: APPM

0 Comentário