Valença do Piauí, 27 de set, 2021

Professores da rede estadual de Aroazes reclamam de atraso nos salários

Os funcionários celetistas da rede estadual de educação da cidade de Aroazes emitiram uma nota de repúdio contra o atraso de dois meses dos seus vencimentos por parte da Seduc.

Na nota eles reclamam do atraso e do tratamento que vem recebendo por parte do governo do estado (Seduc), que por sua vez alega problemas com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Veja a nota.  

Nota de Repúdio

Nós trabalhadores da rede pública estadual funcionários celetistas repudiamos a forma de tratamento que estão fazendo com nós prestadores de serviços a secretária de educação.

Nós praticamente servimos de operação tampa buraco, já não estão nos pagando com o valor do piso salarial, nos fazem esperar dois meses para receber o primeiro pagamento com retroativos, e no final das contas não pagam alegam a LRF, ainda pagam uma minoria de pessoas e outras não.

Nós respeite somos professores somos profissionais da educação nos trate com responsabilidade , exigimos uma folha suplementar para recebermos ainda esse mês. Exigimos nossos direitos já. Lembre-se não existe nenhuma profissão se antes não existir o professor.

1 Comentário

Maria Alice Pereira da Silva

Na Segunda Gre(Barras, Cabeceiras…) a mesma situação. Somente o pagamento referente ao mês de abril. Triste. A maior vergonha do estado do Piaui chama-se:a forma como Professores celetistas sao tratados em seu trabalho. Ai pergunto que motivação tem um professor que ganha 800 reais?!

03 maio, 2018 Responder