Portal V1

Requerimento da vereadora Ceiça Dias beneficiará população

19/05/2011

Terminal Rodoviário Joaquim de Moraes Rêgo.

Um requerimento de autoria da vereadora Ceiça Dias (PSB), aprovado ano passado irá beneficiar uma grande camada da população valenciana e dos turistas que passeiam em Valença. Trata-se da colocação de um caixa eletrônico do Banco do Brasil novamente no Terminal Rodoviário Joaquim de Moraes Rêgo.

A informação foi confirmada pelo gerente do Banco do Brasil Vanduil José, que afirmou que a superintendência do BB já autorizou a colocação do caixa, que atenderá principalmente aos transeuntes das outras cidades e estados que passam em nossa cidade.

O gerente afirmou que a gerencia espera agora o apoio logístico da prefeitura para a instalação do caixa eletrônico, uma vez, que o mesmo precisa ser instalado em uma sala adequada no terminal rodoviário. “Assim que a prefeitura fizer sua parte, o pedido da vereadora será cumprido” disse Vanduil José.

Compartilhe

3 Comentários

  1. Aílton Carvalho em 19/05/2011 às 19:21

    Esse requerimento é louvável, haja vista que já houve um caixa eletrônico no terminal rodoviário, e que em 2002 foi retirado não se sabe o porquê. No entanto, esse apoio logístico por parte da prefeitura só irá ser dado ano que vem, para dar conotação política, esse filme eu já conheço. Anotem o que eu estou dizendo e aguardemos os fatos.

  2. jota junior em 20/05/2011 às 15:14

    Já esta mais do que na hora da rodoviario ter um caixa eletronico, tudo depende da prefeitura. Mas em ano eleitoral tudo é possivel.

  3. vicente izidorio soares em 21/05/2011 às 07:22

    Vereador fazer requerimento pedido a colocação de caixa eletrônico na rodoviária e no mínimo falta do que fazer. Colocar caixa em pontos estratégicos e obrigação da instituição financeira, no caso o Banco do Brasil e não dos vereadores que deveria esta cuidando de coisas mais importante.

    Infelizmente a classe política Valenciana da uma pinguela ao povo e notícia como fosse uma ponte e grande maioria acredita.

    Vicente Prego.

Deixe seu comentário