Valença do Piauí, 25 de set, 2021

TRE-PI adia para a próxima semana decisão eleitoral de Valença

TRE-PI

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral adiou para a próxima terça-feira (12), a decisão final sobre a cassação e inelegibilidade por 8 anos, dos 17 vereadores de Valença das Coligações Compromisso com Valença I e II, que, segundo a Justiça Eleitoral fraudaram a legislação no que diz respeito aos registros de candidatura do sexo feminino.

Em decisão em dezembro do ano passado, a juíza eleitoral Drª Keylla Ranyere Lopes Teixeira, declarou inelegíveis por 8 anos, 17 candidatos a vereador que disputaram o ultimo pleito eleitoral em Valença. Na decisão, a magistrada argumentou que as coligações que deram sustentação a candidatura da então candidata Ceiça Dias não cumpriu o que determina a legislação que determina que 30% dos candidatos, obrigatoriamente teriam que ser do sexo feminino.

Hoje o tribunal discutiu a matéria e por falta de entendimentos adiou a votação para a próxima terça-feira. De acordo com o advogado Wallyson Soares, a votação terminou empatada em 3X3, faltando apenas o voto do presidente.

Segundo o advogado que estava acompanhado pelo outro advogado da ação Dr. Luís Francivando, a dúvida é para saber se cassa toda a chapa ou se apenas os 17 vereadores. “De qualquer forma serão cassados e teremos uma nova recontagem de votos e mudanças no parlamento” disse o advogado, que afirmou ainda que após a decisão essa recontagem será imediata por se tratar de uma decisão de segunda instância.

0 Comentário