Portal V1

Audiência é adiada pela terceira vez.

08/10/2009

A apreciação da AIME (Ação de Impugnação de Mandato Eletivo) impetrada pela Coligação “Coragem de Fazer” (Rubens Alencar), contra a Coligação “Unidos Pelo Povo” (Francisco Alcântara), foi adiada pela terceira vez consecutiva. A primeira aconteceu dia 22 de abril, a pedido da Promotora, que na época iria participar do Mutirão da Justiça. O segundo adiamento foi determinado pelo Juiz Eleitoral, que adiou do dia 15 de julho para o dia 07 de outubro. A não realização da audiência desta quarta-feira (07) se deu por solicitação da Promotora Raquel Castelo Branco (foto), que comunicou que estaria participando de um Congresso do Ministério da Justiça, em Bonito, no Estado do Mato Grosso do Sul.

O adiamento causou sentimentos diferenciados nos correligionários. Aqueles ligados ao Prefeito Alcântara, felizes com o adiamento, que na semana passada já era comentado nos bastidores (se era um blefe acertaram). Já os ligados ao empresário Rubens Alencar, afirmavam da dificuldade da Justiça  em decidir as questões eleitorais. Na segunda-feira, dois dias antes da audiência, o Vereador Joaquim Filho falou dessa dificuldade, “a Justiça Eleitoral precisa ter coragem para dizer Sim ou Não”, afirmou.  

how can i get my ex boyfriend back

Ele lembrou que já foram concluídas algumas das 08 ações da 18ª Zona Eleitoral, restando apenas a decisão do Juiz Eleitoral. Se em Valença a ação foi adiada, mesmo que pela terceira vez, o mesmo não aconteceu com a Justiça Eleitoral de Aroazes, que nesta quarta-feira (07), ouviu as testemunhas arroladas pela Coligação “Aroazes Para Todos”, que teve a frente o candidato “Tomé”, contra a Coligação “O Progresso Continua”, do Prefeito China. Ainda na região valenciana, neste domingo (11), acontecerá outra eleição na cidade de Francinópolis, a exemplo do que aconteceu na cidade de Pimenteiras, ainda no primeiro semestre. O Cartório Eleitoral ainda não recebeu do magistrado a data da nova audiência.

jfdghjhthit45
Compartilhe

1 Comentário

  1. Vitória em 09/10/2009 às 10:10

    Sabem tanto que quando este processo chegar ao TRE este prefeito será cassado, que vão adiar até não poderem mais. Coisa feia, gente!