Valença do Piauí, 20 de jul, 2024

Caminhada lembra dia de luta contra exploração sexual de crianças

Dia Nacional de luta contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes
Dia Nacional de luta contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Uma caminhada pelas ruas de Lagoa do Sitio marcou o ato de alusão ao dia 18 de maio, Dia Nacional de luta contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. A data foi lembrada pela prefeitura através da secretária de assistência social e com o apoio de outras entidades de atendimento a criança e ao adolescente do município. A manifestação tinha como objetivo chamar a atenção para a problemática que é presente no município.

A secretária de assistência social e 1ª dama do município Gercineide Monteiro estava a frente da organização que teve inicio no Espaço do Peti até o centro da cidade onde foi montado um palco para apresentações culturais. O ato teve ainda a participação do prefeito Zé Simão, vereadores e dezenas de crianças que com faixas nas mãos alertavam sobre o crime.

A primeira dama e o prefeito agradeceram a colaboração dos envolvidos na organização da caminhada e reafirmaram o objetivo da prefeitura em trabalhar no sentido de combater a exploração sexual ou outras manifestações contra as crianças e adolescentes de Lagoa do Sitio.  Após as apresentações foi servido um lanche aos participantes.

A escolha da data é uma lembrança a toda a sociedade brasileira sobre a menina seqüestrada em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos, quando foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Muita gente acompanhou o desenrolar do caso, poucos, entretanto, foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio de muitos acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Sua morte, contudo, ainda causa indignação e revolta. O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis. De autoria da então deputada Rita Camata (PMDB/ES) – presidente da Frente Parlamentar pela Criança e Adolescente do Congresso Nacional – o projeto foi sancionado em maio de 2000 como Lei 9.970: “Institui o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil”.

Desde então, a sociedade civil em Defesa dos Direitos das Crianças e Adolescentes promovem atividades em todo o país para conscientizar a sociedade e as autoridades sobre a gravidade da violência sexual.

 

.
0 Comentário