Portal V1

Cantora valenciana afirma que denunciou marido por medo de morrer

05/07/2018

Vakeira Funk

A cantora valenciana Gleycielle Mendes de Sousa, a Vakeira Funk, rompeu o silêncio e falou sobre as agressões físicas e psicológicas que sofreu do marido, Marcelo Francisco Pereira. Ela conta que já ficou em cárcere privado por pelo menos três dias, há cerca de dois anos, para que as pessoas não a vissem cheia de hematomas e já chegou a fazer show machucada.

Após cinco anos de relacionamento, ela denunciou o marido na Delegacia Especializada da Mulher diante do medo de ser assassinada. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra o marido a agredindo. A gravação é do dia 30 de maio, mas só foram divulgadas em junho deste ano. Ela conta que não sabe como as imagens foram liberadas. Essa agressão ocorreu dentro do escritório da cantora, na zona Leste de Teresina.

Vakeira Funk

“Um dia eu estava combinando um projeto, conversando com uma pessoa no celular, ele se irritou, me levou para um lugar deserto e começou a me espancar. Eu estava com a minha filha no colo. Eu fiquei toda machucada, roxa. Ele me trancou em casa por uns três dias pra ninguém me ver de tanto soco que me deu”, relembra emocionada.

Vakeira Funk conta que não precisava de um motivo para a agressão começar, ela simplesmente acontecia. “Uma vez ele me deu um soco no nariz, ficou escorrendo sangue, e me fez limpar o chão mesmo sangrando”.

Vakeira Funk

Em cinco anos de relação, as agressões iniciaram um ano depois do início do relacionamento, quando passaram a morar juntos em Elesbão Veloso. A violência ficou ainda mais constante e grave quando a cantora saiu da banda em que ele era empresário para seguir em um novo projeto.

“Eu tinha medo de denunciar ele porque ameaçava os meus filhos, era o meu ponto fraco. Ele falava que ia matar eles. Eu fiquei para proteger os meus filhos, mas hoje vi que tinha que ter pensado diferente”. Ela tem três filhos, dois de relacionamentos anteriores e um com ele. Ela pede que as mulheres denunciem os casos de violência. “A gente precisa ter forças e denunciar porque ninguém merece viver assim”.

Vakeira Funk disse que sempre se imaginou ser reconhecida na mídia pelo sua carreira, e não estampar as páginas de polícia. Ela conta que o seu trabalho foi um dos motivos das agressões por parte do seu marido. “Ele não conseguia me ver fazendo sucesso”. Agora, ela declara que só pensa em retomar a carreira e cuidar dos filhos.

Vakeira Funk

“Ele não conseguia me ver crescer, ficar independente dele, nesse novo projeto, do funknejo, com esse novo sócio ele se irritava. Qualquer opinião divergente ele me batia. A alegria dele era me fazer sofrer. Agora eu preciso retomar minha carreira, fazer meus shows, e continuar levando a minha alegria para o público”.  Ela está com show marcado para este final de semana no interior do Piauí.

A cantora lançou um hit para a Copa do Mundo, o Som da Copa junto com a cantora Melody, e a fragilidade do momento acabou afetando a divulgação. Com o lançamento do clipe, ela buscou forças e autoestima para seguir a carreira. O clipe oficial foi lançado junto com a campanha #LevantaVakeira em apoio às mulheres vítimas de violência.

 

Fonte: cidadeverde

Compartilhe

1 Comentário

  1. Zenóbio Melo em 09/07/2018 às 11:20

    Parabéns a todos comunicadores que fazem o Portal G1 por terem denunciado as agressões sofridas pela cantora Vaqueira Funk, barbaramente espancada pelo marido.

Deixe seu comentário