Portal V1

Comissão Processante da PM do Ceará ouve testemunhas em Valença

16/02/2017

Suellen Marinheiro

Foi realizada nesta quarta-feira (15) em Valença uma audiência da Comissão Processante da Policia Militar do Estado do Ceará que apura a participação do policial militar cearense Rafael do Nascimento, acusado de matar a estudante de direito Suellen Marinheiro (21) com um tiro na cabeça, após se recusar a pagar R$ 5 reais do ingresso em uma festa que estava sendo realizada na churrascaria de propriedade da família da estudante no bairro Novo Horizonte.

A comissão presidida pela tenente-coronel Maria Solange Oliveira da Silva e por mais dois capitães ouviu quatro pessoas, entre policiais e testemunhas do fato.

A audiência ocorreu no quartel da policia militar, sede da 2ª Companhia do 4º BPM. A comissão após ouvir as testemunhas deve decidir sobre o envolvimento do militar no episodio e posteriormente decidir se ele terá ou não condições de permanecer nos quadros da Policia Militar cearense.

O Portalv1 também apurou que no próximo dia 15 de março está marcada a primeira audiência do caso na Justiça Comum. Nesse dia, o juiz Dr. Juscelino Norberto ouvirá o acusado e testemunhas sobre os fatos ocorridos naquele dia 15 de outubro do ano passado.

A morte da estudante recebeu uma ampla cobertura da imprensa estadual e nacional pela banalidade do fato, realizado por um policial militar que em tese deveria ser capaz de administrar certas situações, além de entender os limites do tão acentuado Código Disciplinar da Policia Militar. Veja vídeo da missa de sétimo dia da estudante:

 

Compartilhe

1 Comentário

  1. João Raimundo em 17/02/2017 às 08:08

    Primeiramente queremos “JUSTIÇA” segundo quero pedir a todos os portais de noticias, jornais escritos, rádios, televisão e todos os meios de telecomunicações quê existem principalmente as redes sociais “QUÊ NÃO DEIXEM ESTE CASO SER ESQUECIDO” pois quem a matou foi um policial Militar e quem faz as apurações dos casos é a própria Polícia!!! Porquê a Polícia tem uma comissão só pra rever estes casos e quantas vezes vcs ja viram policiais criminosos ser punido ?
    Taí um caso quê ninguém lembra mais é quê ficou impune: “A MORTE DO VAQUEIRO EM NOVORIENTE” cadê os policiais quê o assassinaram o quê aconteceu com eles ?
    Não aconteceu nada estão todos trabalhando e sorrindo da família do VAQUEIRO… infelizmente é assim quem mata policial paga com a vida, agora policial pode matar quem eles quiserem e não acontece nada!!!
    Temos quê acabar com ISTO!!! Policiais, Juizes, Promotores, Desembargadores, Delegados, Ministros e todos os cidadãos sem exceção perante a lei somos iguais!!! Mais estas classes aí se acham intocável, e não é assim temos quê responder por todos nossos atos independentemente de quem seja a lei ficou pra todos, perante a lei não existe ninguém acima assim nós aprendemos no curso de DIREITO nas faculdades e universidades de todo o País e no mundo… esta aí um exemplo o “HOMEM MAIS PODEROSO DO MUNDO” hj no momento quê é o “TRUMP” presidente dos “ESTADOS UNIDOS” decretou a lei barrando a entrada de cidadãos muçulmanos e um só “JUIZ” Federal derrubou o decreto, a sim dar pra ver quê a lei funciona…
    Então GENTE não vamos deixar este caso ficar impune como aconteceu como o caso de NOVORIENTE, não vamos deixar esquecer vamos pedir JUSTIÇA, quando tenho que elogiar uma entidade eu elogio,mais quando precisar criticar vou criticar tambem, sou defensor da Polícia no PIAUÍ e no BRASIL, desde quê hajar dentro da lei, porque se for fors da lei críticarei quem for… então mais uma vez peço a DEUS conforto a família da jovem SUELLEN uma garota com muito futuro pra frente que foi interrompido por um bandido Fardado… e que deveria esta lá na festa pra proteger as pessoas que lá estavam e não sacar uma arma e cometer uma barbárie dessa…

Deixe seu comentário