Valença do Piauí, 21 de maio, 2022

Conselho de Saúde de Valença decide que população é prioridade para a vacinação contra a covid

O Conselho Municipal de Saúde de Valença do Piauí esteve reunido nesta quinta-feira, 17 de junho, para deliberar sobre os 20% de doses da Vacina contra a Covid-19 para os grupos prioritários ou para a população em geral.

Em Valença, assim como em outros municípios, grupos estão pressionando as autoridades da saúde para vacinar grupos prioritários ao invés da população em geral.

Com essa disputa, o Conselho Municipal de Saúde de Valença se reuniu para definir uma posição sobre a Resolução CIB-PI CIB (Comissão de Intergestores Bipartite) n° 126/2021, de 08 de junho de 2021, que define esses critérios. A Resolução CIB-PI CIB pontua que:

A definição de 50% das doses da vacina contra a Covid-19, enviadas ao Estado seja destinada a população geral de 18 a 59 anos, escalonada e por faixas etárias decrescentes; b) a definição de 30% das doses da vacina para continuidade dos Grupos Prioritários de Pessoas com Comorbidades e Deficiência Permanente e; c) definição do percentual de 20% das doses para os Trabalhadores que em seus processos  de trabalho, desempenham funções com maior exposição ao vírus Sars-Cov2 e que sejam considerados trabalhadores essenciais, onde os municípios deverão definir os critérios para priorização desses trabalhadores ou definir pela utilização do critério de vacinação por faixa etária da população de 18 a 59 anos.

Após analises e discussões, o Conselho aprovou por 09 votos a 01 que os 20% das doses serão aplicadas na população em geral somando-se aos 50% já existentes na referida faixa etária. Com isso, 70% das vacinas serão aplicadas na população em geral.

“A decisão visa beneficiar a todos os munícipes, uma vez que aumentando o quantitativo de doses para a população em geral, naturalmente, todos os grupos de trabalhadores serão beneficiados simultaneamente, tendo assim um alcance maior de pessoas imunizadas em menor espaço de tempo”, afirma a Nota de Esclarecimento assinada pela presidenta do Conselho Municipal de Saúde, Francivania Araújo.

Veja a Nota na íntegra:

NOTA DE ESCLARECIMENTO 

O Conselho Municipal de saúde no ato de suas atribuições legais, reuniu-se em 17/06/2021 para deliberar acerca dos 20% de doses da Vacina contra a Covid-19 para grupos prioritários/população geral. Em conformidade com a  Resolução CIB-PI CIB (Comissão de Intergestores Bipartite)  n° 126/2021, de 08 de junho de 2021 que aprova: a) a definição de 50% das doses da vacina contra a Covid-19, enviadas ao Estado seja destinada a população geral de 18 a 59 anos, escalonada e por faixas etárias decrescentes; b) a definição de 30% das doses da vacina para continuidade dos Grupos Prioritários de Pessoas com Comorbidades e Deficiência Permanente e; c) definição do percentual de 20%  das doses para os Trabalhadores que em seus processos  de trabalho, desempenham funções com maior exposição ao vírus Sars-Cov2 e que sejam considerados trabalhadores essenciais, onde os municípios deverão definir os critérios para priorização desses trabalhadores ou definir pela utilização do critério de vacinação por faixa etária da população de 18 a 59 anos. Após analises e discussões o referido Conselho aprovou  por 9 (nove) a 1(um) votos a destinação de 20% das doses da vacina contra Covid-19 para o critério de vacinação por faixa etária de 18 a 59 anos, somando-se aos 50% já existentes na referida faixa etária. A decisão visa beneficiar a todos os munícipes, uma vez que aumentando o quantitativo de doses para a população em geral, naturalmente, todos os grupos de trabalhadores serão beneficiados simultaneamente, tendo assim um alcance maior de pessoas imunizadas em menor espaço de tempo.

Francivania Lopes de Araújo

Presidente do Conselho Municipal de Saúde

0 Comentário