Valença do Piauí, 04 de dez, 2021

Delegados da Homicídios vão apurar morte de gerente do BB

Miguel Alves
Miguel Alves

O secretário estadual de Segurança, Robert Rios, diz que já foi solicitada a ordem de serviço militar para identificar a quantidade de policiais envolvidos na operação em Miguel Alves. Ele acrescenta que está sendo realizado hoje (6) o exame de balística em todas as armas utilizadas na ação.

Rios confirma que já pediu o apoio da perícia da Polícia Federal e diz que a OAB e o Ministério Público devem acompanhar o caso para que não haja contestação da investigação. O exame cadavérico no corpo do gerente do Banco do Brasil, Ademyston Rodrigues, 34 anos, confirma que havia somente uma bala no corpo da vítima.

Os outros três mortos, todos assaltantes, também foram identificados no Instituto Médico Legal através de digitais, documentos e sinais particulares como cicatrizes e aparelho dentário. Dois deles, Mayron e Herlon, eram maranhenses da região do município de Dom Pedro e já tinham passagem pela polícia. Os corpos foram liberados para a família.

O secretário estadual de Segurança, Robert Rios, designou os delegados Higgo Martins e Robert Bezerra Lavor, da Delegacia de Homicídios, para apurar as circunstâncias da morte do gerente do Banco do Brasil de Miguel Alves, Ademyston Rodrigues Alves, 34 anos. A vítima morreu durante o confronto entre o bando que assaltou a agência e os policiais militares. Rios acrescentou que, se for necessário, será feita a reconstituição do assalto.

Fonte: cidadeverde

0 Comentário