Valença do Piauí, 04 de dez, 2021

Equatorial Piauí investe em melhorias na região de Aroazes e Santa Cruz dos Milagres

O município de Aroazes, Santa Cruz dos Milagres e regiões próximas localizadas no sul do Estado, ganharão mais segurança energética e qualidade no fornecimento de energia com nova rede de média tensão na região e novos bancos de capacitores

As obras contemplam um conjunto de investimentos e melhorias já previstos pela Distribuidora para a região Sul do Estado em 2021 contempla obras estruturantes que irão beneficiar a população e são resultantes dos investimentos que integram um plano de obras estruturais, proposto desde a chegada do Grupo Equatorial no estado, que impacta positivamente em melhorias na rede elétrica do estado.

Para viabilizar o aumento da confiabilidade no sistema, entrará em operação até o dia 24 de outubro uma nova rede de média tensão, com 15 km de extensão, que trará ganhos de fornecimentos diretos a todos os municípios da região. A obra tem investimento de R$ 1,2 milhão e vem para beneficiar mais de 4.300 clientes nas zonas urbanas e rurais nos municípios de Aroazes e Santa Cruz dos Milagres. Até essa data, as cargas de Aroazes e Santa Cruz dos Milagres serão transferidas da Subestação Novo Oriente para a SE Valença, realocando de forma equilibrada o fornecimento das regiões.

A entrada do novo circuito traz benefícios por proporcionar mais uma opção entre pontos de alimentação, já que, agora, ao invés de serem alimentados por um único ponto de suprimento, os municípios passam a contar com dois pontos. Isso significa que, em casos de interrupção no fornecimento de energia motivada por falha em um dos circuitos, a região poderá ser abastecida pela outra rede existente.

Além da entrada do novo circuito, foram instalados 02 novos bancos de capacitores na subestação Novo Oriente, que permitiu a melhoria no fornecimento da região dos municípios de Francinópolis, Tanque do Piauí  ,Barra D`Alcântara e Várzea Grande. Os bancos de capacitores são usados para que se mantenha um fator de potência nivelado e tolerado, além de reduzir as quedas de tensão, sobrecargas e compensar as defasagens entre corrente e tensão, permitindo maior estabilidade no fornecimento da energia na rede.

“A possibilidade de redundância (uma opção a mais no sistema) é algo muito importante para a Operação do sistema. Caso haja um problema em um dos circuitos, todas as cargas podem ser transferidas para o ponto de interrupção, até que seja identificado e corrigido o defeito no circuito. Isso permite recompor o sistema com rapidez, reduzindo o tempo de interrupção em casos de ocorrências na região”, destaca o Gerente de Obras e Manutenção da Regional Sul, Thiago Maciel.

A rede que atualmente supre o município de Aroazes foi construída ainda na década de 70, e interliga o ponto de suprimento na usina de Boa Esperança até o município, em uma distância de quase 326 km. Com o novo circuito, será possível suprir Aroazes e Santa Cruz dos Milagres com a energia vinda da Subestação da CHESF em Picos, reduzindo o trecho de percurso da energia para 140 km. Na prática, isso significa menos oscilações de energia para todos os clientes e mais segurança no sistema.

Fonte: ascom

0 Comentário