Valença do Piauí, 09 de dez, 2021

Governador anuncia concurso público de 690 vagas para a Polícia Militar

O governador Wellington Dias (PT) e o comandante da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho, anunciaram nesta segunda-feira (14) um novo concurso para a Polícia Militar do Piauí. Serão 690 vagas, 650 delas para o cargo de soldado e 40 para oficiais.

O concurso vai ser realizado pelo Nucepe, da Universidade Estadual do Piauí(Uespi). O edital deve ser divulgado até a primeira semana de janeiro de 2021. 

Os salários iniciais variam de R$ 3,4 mil, para soldados, e R$ 5,3 mil para aspirantes a oficial. Durante o curso de formação, que deve durar aproximadamente seis meses, os aprovados recebem uma bolsa de R$ 1,7 mil (soldados) e R$ 2,7 mil (aspirantes a oficial).

A novidade é o aumento da idade para quem quer concorrer a uma vaga para soldado, que passou de 30 para 35 anos. 

Na avaliação do secretário de Segurança Pública, coronel Rubens Pereira, o novo concurso vai ajudar a diminuir o déficit na Polícia Militar do Piauí. Segundo ele, os novos policiais formados devem ser enviados, prioritariamente, aos municípios que possuem deficiência no Policiamento.

Ainda de acordo com o secretário, o número de vagas foi definido a partir de um estudo junto à Secretaria de Administração, para determinar o impacto financeiro que a contratação dos aprovados vai gerar na folha de pagamento.

“Temos uma defasagem grande. São 600 soldados e 40 oficiais, com isso queremos diminuir essa defasagem. Até dezembro ou janeiro, o mais rápido possível, vamos fazer o lançamento desse edital. Queremos que aconteça o mais rápido possível, para atender os municípios que precisam”, destacou o secretário.

Edital deve ser lançado até o dia 30

O comandante da Polícia Militar, coronel Lindomar Castilho, garantiu que o edital do novo concurso da Polícia Militar deve ser lançado até o dia 30 de dezembro. Ele também ressaltou que uma das novidades do certame é o aumento da idade máxima para ingresso, que passa a ser de 35 anos, após a aprovação de lei na Assembleia Legislativa.

“Pretendemos que o edital seja lançado até o dia 30 de dezembro. Queremos começar o ano com todo o calendário pronto, com todas as etapas definidas”, explicou o comandante da PM.

Ainda de acordo com o comandante, o início do curso de formação deve acontecer até o meio do ano de 2021, e em dezembro os novos policiais já devem estar nas ruas.

Ao assinar a autorização para o concurso público da Polícia Militar, o governador Wellington Dias(PT) ressaltou que a intenção do governo é possibilitar que cada um dos 224 municípios tenham, no mínimo, seis policiais atuando. 

“O objetivo é garantir, de um lado, oportunidade para as pessoas que vão se preparar para as oportunidades , através do concurso. Ao mesmo tempo, garantir que a gente tenha no mínimo seis policiais nos municípios menores, garantindo um policial para cada mil habitantes”, explicou o governador.

Ainda de acordo com o governador, a ideia é que o reforço no policiamento no Piauí ajude na criação da chamada força integrada de segurança do nordeste, uma ação que vem sendo discutida pelos governadores da região e que deve começar a ser implementada já em 2021. 

“Estamos trabalhando um projeto que é uma força integrada de segurança, com esse olhar de proteção das fronteiras, para que a gente tenha a condição de barrar a entrada de armas e drogas. É uma política que é parte de uma estratégia do Piauí, mas integrada também com a região nordeste”, disse. 

Em sua fala, o governador também destacou que deve convocar em breve os agentes e delegados que passaram recentemente pelo curso de formação da Polícia Civil do Piauí. 

Fonte: cidadeverde

0 Comentário