Valença do Piauí, 22 de out, 2021

Governo distribui sementes e mudas para 60 mil famílias

Distribuição de sementes
Distribuição de sementes

Em uma solenidade que lotou o auditório da SDR, a Secretaria do Desenvolvimento Rural, realizou nesta quarta-feira (27), a entrega simbólica de sementes e mudas da safra 2015/2016 aos agricultores do estado. Serão distribuídas aproximadamente 300 toneladas de sementes e mudas nos 224 municípios. A previsão é de que a distribuição, iniciada na segunda-feira (25), seja concluída até o dia 3 de fevereiro.

“Normalmente iniciamos o plantio em dezembro, mas desta vez está lento por conta das chuvas, por isso avalio que as sementes e mudas estão chegando num boa hora, esperamos que em todo o semiárido a distribuição inicie de imediato nas regionais para aproveitar a ‘molhação’ da chuva, Assim teremos mais chances de ter uma boa safra este ano, estou com muita esperança”, disse a vereadora Maria Rosalina, representante do movimento Quilombola de Queimada Nova.

O secretário do Desenvolvimento Rural de Monsenhor Gil, Avelar Almeida, declarou que a distribuição veio num momento propício por causa das chuvas irregulares. “Neste momento em que os agricultores e agricultoras passam por uma situação difícil, acho que a SDR agilizou o início da entrega das sementes em pouco tempo, agora vamos aguardar e certamente teremos bons resultados”, concluiu.

O secretário Francisco Limma ressaltou que as sementes serão distribuídas conforme a produção tradicional da região e destacou como novidade a experiência do governo com a distribuição da Palma Forrageira própria para alimentação animal. “Este é o início de um Programa de Suporte Forrageiro e  para desenvolvê-lo, é necessário todo um acompanhamento técnico. Aqui agradecemos desde já o apoio dos técnicos da Emater e Embrapa nesta etapa inicial”, declarou.

Limma citou que todo o processo não teria êxito se não fossem as parcerias com estes e outros órgãos, como Adapi, STTRs, movimentos sociais, empresas públicas e privadas, bancos, Fetag, igrejas, entre outros. “É importante que todos participem para que o cronograma seja cumprido e as sementes e mudas sejam entregues até o dia 3 de fevereiro de 2015, estamos trabalhando para isso”, concluiu o secretário.

A vice-governadora, Margareth Coelho em nome do governo do estado reconheceu o empenho da SDR em começar a distribuição o mais rápido possível, diante das necessidades dos trabalhadores e trabalhadoras rurais e parabenizou toda a equipe pelo trabalho e realização da solenidade que marcou a entrega das sementes e mudas,enfatizando que com esta ação a expectativa é de que o homem e a mulher do campo tenham melhores condições para plantar e ter uma safra melhor, mais produtiva.

A meta do governo para a safra 2015/2016 é implantar 22.267 hectares com as culturas adquiridas e atender cerca de 60 mil famílias de agricultores familiares, com a distribuição de sementes e mudas de feijão, milho, maniva/mandioca, sorgo, palma forrageira e caju. O valor total do investimento é de R$ 2.500.000.

A preferência é para famílias beneficiadas pelo Programas Brasil Sem Miséria, Garantia Safra ou que participam de outros programas sociais e educativos executados no campo.

Serão adquiridas 200 toneladas de feijão caupi, 60 toneladas kg de sementes de milho, 178.571 mudas de caju anão precoce e distribuídos 500m³ de maniva (mandioca), dez toneladas de sorgo e mais de um milhão de mudas/raquetes de palma forrageira.

Cada regional vai receber 150 mil mudas de palma forrageira, onde serão atendidos cerca de 30 agricultores, cada um receberá cinco mil raquetes como experiência para multiplicação de mudas de palma forrageira para alimentação animal.

Unidades de Suporte
No caso da palma forrageira e do sorgo, serão implantadas unidades como suporte forrageiro para alimentação de animais e multiplicação, nas áreas de atuação das Escolas Famílias Agrícolas, Cáritas Brasileira e Fórum Semiárido, responsáveis pela identificação dos agricultores e multiplicadores e do acompanhamento técnico.
.
Os postos de entrega funcionarão nas 17 regionais do Emater: Esperantina, Piripiri, Teresina, São Pedro, Corrente, Picos, Campo Maior, Oeiras, São João, São Raimundo Nonato, Valença, Paulistana, Canto do Buriti, Floriano, Uruçuí e Parnaíba.

Fonte: governo do estado

0 Comentário