Portal V1

Homem mata sogra, atenta contra esposa e depois se mata na Inhuma

25/03/2017

O motorista de ônibus, Pedro da Silva Pereira, o Pedro do Manoel Luiz, de 53 anos, atirou em sua mulher, Maria Eliene Silva Nascimento, de 23 anos, em sua residência, no bairro Sossego, em Inhuma. Dos dois tiros, motivados por ciúme, um passou raspão no seio e outro no pescoço. Ele também assassinou a sogra, Maria Antônia da Silva Nascimento, de 55 anos, com um tiro no peito. Em seguida cometeu suicídio com um tiro de revólver, calibre 32, no peito.

O cabo Edmar Neres, da Polícia Militar (PM) de Inhuma, afirma que Pedro do Manoel Luiz não aceitava o fim do relacionamento amoroso com Maria Eliene da Silva Nascimento.

O cabo Edmar Neres disse que Pedro da Silva Pereira ainda foi levado com vida para o Hospital Inhavinha Nunes, de Inhuma, com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de chegar no estabelecimento hospitalar. A mãe e a filha foram levadas inicialmente para o mesmo hospital, mas pelo estado grave em que se encontram, foram transferidas para o Hospital Justino Cruz, de Picos.

De acordo com o cabo Edmar Neres, Maria Antônia da Silva Nascimento não resistiu aos ferimentos em virtude do tiro no peito que recebeu e morreu no Hospital de Picos e Maria Eliene da Silva Nascimento não corre risco de morte, recebeu alta e já retornou para Inhuma.

Informações de populares afirmam que Pedro do Manoel Luiz não aceitava a separação de Maria Eliene da Silva Nascimento, tinha desconfianças de que a mulher já se relacionava com outro homem e tinha falado para amigos que iria “resolver” a situação, o que foi entendido como ameaça.

Segundo o jornalista Leonardo Barbosa, Pedro do Manoel Luiz faz viagens de ônibus para outro Estado e teria informado para Maria Eliene da Silva que viajaria na noite de sexta-feira (24) para São Paulo com objetivo de flagrar a mulher com um suposto novo companheiro.

Pedro do Manoel Luiz chegou armado na casa e teve uma discussão com Maria Eliene da Silva e a sogra Maria Antônia Nascimento, que dormia com a filha quando o motorista de ônibus viajava.

Ao intervir na briga a mãe da moça foi baleada. Após atirar também em Maria Eliene da Silva, Pedro Manoel Luiz atirou contra si mesmo. Leonardo Barbosa falou que existe a informação de que a mulher de 23 anos está grávida.

Fonte: Meio Norte

Compartilhe

Deixe seu comentário