Valença do Piauí, 24 de jul, 2024

Hospital Regional Eustáquio Portela volta a realizar Cirurgias Eletivas

Diretora do Hospital Regional Eustáquio Portela, enfermeira Lucilia Marreiros

O Hospital Regional Eustáquio Portela de Valença do Piauí desde de outubro que voltou a realizar as cirurgias eletivas. As cirurgias estavam suspensa no hospital por conta da pandemia pela Covid-19.

A diretora Lucília Marreiros fala das dificuldades que a Covid-19 causou nos atendimentos, “a pandemia atrasou muita coisa na vida da gente e a saúde foi muito prejudicada nesse sentido”, disse a diretora do Hospital Regional.

As cirurgias eletivas tem sido uma importante ação para acelerar o atendimento de pacientes em lista de espera por uma cirurgia. Lucília Marreiros, explica como está sendo esse retorno das cirurgias no hospital de Valença.

“Nós estamos realizando o mutirão de cirurgias eletivas, já estamos trabalhando isso desde de outubro, os nossos médicos estão fazendo diariamente sete, oito, nove cirurgias por dia, de uma relação de mutirão que a secretaria também determinou quais as cirurgias que seriam realizados nesse mutirão, e assim os médicos fazem as consultas e os municípios mandam os pacientes que já estão referenciados pelas suas equipes e que necessitam de dessas cirurgias”, explica Lucília.

O Hospital Regional Eustáquio Portela está gradativamente retornando com os serviços que eram oferecidos, voltando com as cirurgias eletivas e também recebendo o mutirão para cirurgia de catarata. A diretora Lucília destaca esse momento que o hospital está passando.

“Nós estamos vivendo esses dois grandes momentos, dois grandes mutirões importantes para a microrregião. A gente espera que nos próximos anos a gente avance mais”, deseja a diretora.

Nesta terça-feira 30/11 e quarta-feira 01/12, o hospital realizou a etapa de avaliação dos casos para fazer as indicações de cirurgias de catarata, foram mais de 600 consultas. Nos dias 07, 08 e 09 de dezembro serão realizadas as 481 cirurgias destinadas pelo Governo do Estado, através da SESAPI para as cidades do Território Vale do Sambito.

0 Comentário