Valença do Piauí, 22 de jun, 2021

Locutor de rádio é suspeito de estupro contra 4 crianças

A Polícia Civil de Pedro II deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra Wellington Rodrigues dos Santos, 46 anos, suspeito de praticar uma série de estupros no município de Lagoa de São Francisco, a 195 quilômetros de Teresina. O locutor de rádio foi preso em casa, nesta sexta-feira (20), e negou as acusações.

Segundo o delegado Genival Vilela, até o momento, foram identificadas quatro vítimas com idades de 13, 14, 19 e 22 anos. As supostas violências sexuais ocorriam há mais de seis anos quando as garotas ainda eram crianças. As denúncias surgiram após uma delas  quebrar o silêncio sobre os abusos sofridos há anos.

“A família de uma das vítimas ia levá-la ao ginecologista e a menina, com medo da pressão, resolveu contar tudo para a mãe. Por meio de exames, em duas delas, foi comprovado que houve conjunção carnal. As outras duas não tiveram relação sexual com o suspeito, mas elas contam que ele ficava passando a mão nelas e mostrava as partes íntimas. Acredito que além dessas quatro possam ter mais vítimas”, explica Vilela.

As investigações apontam que as agressões ocorriam dentro da casa do suspeito ou na emissora de rádio em que ele trabalhava. “Testemunhas disseram que, algumas vezes, viram as meninas saindo da rádio e arrumando a roupa, justamente, no momento em que ele estava sozinho”, reitera Vilela.

O titular da delegacia de Pedro II disse ainda que o radialista usava da inocência das vítimas para atraí-las e não oferecia bens materiais ou dinheiro. De acordo com o pai de uma das adolescentes, o locutor utilizava jogos de computador para seduzir as meninas. “O suspeito aproveitava a confiança das famílias das vítimas e sempre com o pretexto de que era uma pessoa da igreja. Ele é pai de família e morava com a esposa e uma filha de 11 anos que também será ouvida”, reitera.

Wellington Rodrigues foi encaminhado à delegacia de Pedro II e deverá responder pelo crime de estupro de vulneráveis.

Fonte: Cidadeverde

0 Comentário