Portal V1

Maternidade Chiquinha Nunes.

30/05/2009

 

fotos/Mat 01.jpg

O portal portalv1.com.br foi apurar denúncias de abandono e descaso com o prédio onde era para funcionar a Maternidade Chiquinha Nunes no centro de Valença do Piauí. Da calçada já é possível avistar as condições precárias, da entrada onde já é possível ver também o abandono do lado de dentro, o mato toma conta de todo o terreno. De acordo com as denúncias encaminhadas ao Alenacrnet.com.br, a parte interna do prédio também se encontra deteriorada, apresentando inúmeras rachaduras que já compromete toda a estrutura.

fotos/Mat 02.jpg

 Não é necessários ser muito detalhista para verificar que a situação do prédio público por onde passam centenas de pessoas em frente todos os dias é triste, pois o prédio fica ao lado do Terminal Rodoviário Joaquim Rego onde é o primeiro lugar que os visitantes conhecem quando chegam na cidade é preciso mais atenção das autoridades. 

fotos/Mat 03.jpg

A negação por partes de algumas autoridades da época, que ao ver de outras não contribuíram para o andamento da Maternidade Chiquinha Nunes, tiveram conseqüências muito graves para a saúde valenciana e o desenvolvimento de outras categorias. É valido lembrar, que, contudo, a sociedade e as autoridades de hoje querem saber com base técnica e popular, desse total estado de abandono, que hoje se encontra a Maternidade Chiquinha Nunes. 

 

 

fotos/Mat 04.jpg

A Maternidade Chiquinha Nunes de Valença do Piauí tem segundo as pessoas que conhecem um pouco da história daquele lugar muitas verdades e inverdades, quanto ao prédio e o seu funcionamento total, a nossa reportagem conseguiu entrar e tiramos varias fotos do lugar abandonado.

 

 

fotos/Mat 05.jpg

Estas fotos falam por si só. Veja o total abandono deste prédio público, a famosa “Maternidade Chiquinha Nunes”. Já tentaram reformar este prédio inúmeras vezes, mas não acontece, e acaba ficando assim. Além do abandono do edifício, existem salas com macas, berços, mesas de cirurgia, o teto quase todo destruído, lixo espalhado por todo lado, cadeiras, enfim um abandono total. Onde estão as autoridades? Será que isso continuará assim? A população pede uma solução.

 

 

fotos/Mat 06.jpg

O abandono do prédio também é motivo de preocupação da população do município, a Maternidade deveria está funcionando desde 1974. A entrada da instituição, que conta com uma rampa nunca foi usada. A preocupação é que o prédio esteja servindo da investida de invasores para a pratica de vários atos ilícitos no local.

fotos/Mat 07.jpg

Do interior da Maternidade, já foram arrancados vasos sanitários, pias, portas e janelas. Paredes foram depredadas para a retirada das instalações elétricas e estão todas danificadas. Pelo chão, roupas velhas, calçados, restos de comida, embalagens de preservativo, fraldas e muito lixo indicam que o lugar está abandonado. O odor lá dentro é forte, e tem também pichações que ocupam as paredes.

 

 

fotos/Mat 08.jpg

Temos também dois comentários importantes aqui:

 

 

fotos/Mat 11.jpg

DAMÁSIO ARAÚJO

A discussão em torno da desapropriação ou não da antiga maternidade ao lado do terminal rodoviário, que se diga de passagem, maternidade só no nome, é interessante, e quando parte dos representantes do povo torna-se mais ainda. Aquele prédio, que nada mais é do que um arcabouço abarrota a imagem da cidade, deixa-a mais feia e descaracterizada. Acho que o executivo deve ter coragem para conduzir o ato de desapropriação de referido terreno, assim como o fez em tempos outrora, quando do terreno do terminal rodoviário. Contudo sugiro que o mesmo seja reformado, ampliado ou construído um centro artesanal Valenciano, ante a sua localização.
Fica aí a minha contribuição. Contem comigo.
abraço Damásio.

 

 

fotos/Mat 12.jpg

Kássio Gomes

A discussão dos vereadores sobre antiga “maternidade Chiquinha Nunes” não é, senão, o eco de populares como o nobre colunista coloca em sua eloquente matéria. Quando li sobre o assunto senti reavivar dentro de mim um anseio antigo – o daquele prédio um dia poder se tornar um Centro Cultural – e nesse ponto cabe aqui ressaltar a idéia do vereador Joaquim Filho, para mim a mais acertada no momento.

 

 

fotos/Mat 13.jpg

Valença não possui cinema, não possui um espaço de exposição de artes, nem um teatro… Caso seja levado adiante esse projeto serei o primeiro popular a levantar a voz a seu favor, pois não é de hoje que venho buscando alternativas para o caso “maternidade”, mandei inclusive uma gravação de como estava aquele espaço com as imagens contraditórias da ambulância nova e do prédio em ruínas, para o Ministério da Saúde investigar, mas obtive nenhuma resposta. Desde o ano 2000 realizo uma pesquisa sobre o escritor valenciano Permínio Afora que poucos conhecem, tive contato com sua família que está, inclusive, disposta a mandar para Valença todo o seu acervo pessoal que é, diga-se de passagem, riquíssimo, pois tem ali até cartas trocadas com os grandes mestres da literatura nacional como Érico Veríssimo e uma fortuna crítica feita por Jorge Amado, Raquel de Queiroz, Mário de Andrade, dentre outros. O Espaço da maternidade bem poderia compor um complexo cultural dos mais destacados do Piauí e sugiro que levasse o nome do escritor Permínio Asfora.

 

 

fotos/Mat 14.jpg

Essa é a ambulância da Maternidade.

 

 

fotos/Mat 09.jpg

Com apenas 439 km rodados.

 

 

fotos/Mat 10.jpg

 Esse é o corredor principal.

fotos/Mat 18.jpg

A biblioteca.

fotos/Mat 17.jpg

Uma das saidas.

fotos/Mat 20.jpg

Valença do Piauí .

Compartilhe

3 Comentários

  1. eliana em 30/05/2009 às 21:39

    que valença vergonhosa , morro de vergonha de voltar a morar ai um dia, o prefeito so aproveita o dinheiro pra fazer festa;

  2. francisco otavio em 31/05/2009 às 18:14

    A cidade merece ter ummoderno centro cultural o local mais apropriado é as ruinas da maternidade Chiquina Nnunes. Basta ter coragem e força de vontade de despropriar o qeu restou deste prédio,a cidade [e carente nesta area. E contem comigo para esta luta quem gamnha é a populaçaõ valenciana.

  3. Hercierlling em 02/06/2009 às 13:37

    COM CERTEZA UM CENTRO CULTURAL NESSE ESPAÇO SERIA MUITO BEM VINDO E DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA NÓS VALENCIANOS.

Deixe seu comentário