Valença do Piauí, 18 de jan, 2021

O Novo consumidor criado pela internet

Numa pesquisa recente a Folha de São Paulo mostra que O Twitter e o Facebook são mais eficazes que os serviços de Atendimento ao Consumidor (SAC) ou que o Procon. Obviamente que para muitos esse ainda é um mundo muito distante, principalmente numa cidade pequena como o caso de Valença, por exemplo.

Porém, como diz o ditado popular “quem tem os olhos rasos começa a chorar cedo”, o tempo de começar uma adequação ao novo mundo é agora. A internet está criando um novo tipo de consumidor muito mais inteligente e exigente. E o que o Twitter e o Facebook têm a ver com isso?

Empresas que fazem uso dessas ferramentas têm um relacionamento mais aproximado com seus clientes. As razões são bem óbvias. Se o cliente tem o poder de expor suas queixas ou elogios a uma empresa e perceber interesse dessa em “ouvi-lo” é claro que vai se sentir mais próximo e parceiro dela.

Por outro lado (o da empresa), o poder está em alcançar um consumidor nas suas necessidades com maior eficácia, pois tanto o Twitter como o Facebook proporcionam um alcance inimaginável.

O novo consumidor – mais inteligente e mais exigente – sabe fazer uso dessas ferramentas. E pra ser bem sincero, quem é que vai deixar de pesquisar no conforto de casa para ficar horas e horas de uma loja para outra? E se há empresas interessadas em oferecer comodidade, certamente são as que estão na frente, valorizando e interagindo com o cliente.

Portanto, mãos a obra. Mas, e aqui é o pulo do gato, não adianta simplesmente abrir uma conta no Twitter ou Facebook, ou nos dois (mais indicado). Antes de abrir uma conta é importante saber o que se deseja com as ferramentas, se for para abrir uma conta apenas para deixar às moscas, melhor nem abrir. É preciso filtrar postagem, não encher a timeline de abrobrinhas e não perturbar seus clientes com coisas desnecessárias e principalmente saber promover a empresa.

0 Comentário