Valença do Piauí, 09 de dez, 2021

Pesquisas internas para o Senado são animadoras para JVC

senador João Vicente Claudino
senador João Vicente Claudino

Uma pesquisa encomendada pelo PT, outra pelo o PTB e uma pelo Governo do Estado colocam o governador Wilson Martins (PSB) e o senador João Vicente Claudino (PTB) praticamente em empate técnico. Os números têm animado os petebistas, que acham podem vencer a disputa pela única cadeira no Senado em 2014.

Enquanto o seu colega e presidenciável Eduardo Campos (PSB) levaria “com margem tranquila” a cadeira do Senado por Pernambuco – como deu a entender em entrevista ao ‘Programa do Jô esta semana’, Wilson Martins, mesmo com a caneta na mão, amarga uma vantagem inexpressiva, calcada em um marketing frágil, caro e ineficiente.

Para agravar a situação do chefe do Palácio de Karnak, os prefeitos que vieram esta semana a Brasília, cerca de 30, têm dele uma imagem de um homem que pouco contribuiu com o estado ao longo do seu mandato. “Ele chega nas cidades, promete, promete, e vai embora. A gente procura ele no Palácio de Karnak e não acha nunca”, diz um prefeito sob a condição de anonimato. “Ele diz que tem dinheiro de sobra, no caixa, mas a gente não vê esse dinheiro”, continua reclamando. O prefeito, porém, não descarta votar no governador novamente. “Depende do contexto da época”, ressalta, evidenciando como são os bastidores do jogo político.

Em meio a esse cenários, se Wilson Martins perder a eleição para o Senado Federal, entrará para história do estado como o único governador que saiu para disputar a senatória e conseguiu a façanha de perder a eleição.

JVC cola em W. Dias 
Enquanto isso, o senador João Vicente Claudino, que pretende concorrer a reeleição para o Senado, vem colando sua imagem na de W. Dias. Na última campanha, Wellington Dias preteriu JVC e apoiou Wilson Martins para o Palácio de Karnak. O imbróglio pode novamente vir à tona, embora o PT – e do PT tudo se espera – tenha ‘saído’ do governo de Martins.

As viagens de João Vicente Claudino são narradas na tribuna do Senado pelo próprio petebista. Ele tem percorrido cidades do Piauí para, como ele mesmo diz, “prestar contas do seu mandato”, e procurar junto às lideranças municipais contribuições para melhorar sua atuação parlamentar.

“Junto com o senador Wellington Dias (PT) e com lideranças políticas, visitamos municípios do estado, região por região, colocando para essas populações, para o povo, para as lideranças, para os seus dirigentes, o que nós temos feito durante esse tempo em que estamos passando pelo Senado Federal e o que poderemos fazer até o final do mandato, abrindo parcerias importantes para auxiliá-los na gestão administrativa”, disse João Vicente da tribuna da Casa, inicio do mês.

À época, JVC narrava viagens que fez ao lado de Wellington Dias para os municípios de Sussuapara, Bocaina, São João da Canabrava, São Luís do Piauí, Picos, Agricolândia, Barro Duro, Passagem Franca e a terra do atual governador, Santa Cruz do Piauí. Em todas elas se reunindo com prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, presidentes de associações e lideranças políticas.

‘Sem interesse’
Wilson Martins disse que não quer saber de antecipar o período eleitoral. Nesta quinta-feira (14) ele estará em São João do Piauí, na solenidade de abertura da festa da uva. Lá ele assina até autorização para iniciar processo licitatório que ainda será feito e é necessário para a construção de ginásio poliesportivo. Entrega bicicletas e outras obras de serviços.

De lá segue para Simplício Mendes, onde realiza atividades com a mesma importância: ao invés de entregar salas de aula, está preparada – com dinheiro público, solenidade com a finalidade de assinar autorização para ainda iniciar o processo licitatório de construção das tais salas de aula. É realmente não ter o que inaugurar.

Fonte: Portalaz

0 Comentário