Valença do Piauí, 15 de out, 2021

Piaui cria comissão para fortalecer rede de apoio à mulher

Vice-governadora Margarete Coelho
Vice-governadora Margarete Coelho

A vice-governadora Margarete Coelho afirmou nesta quinta-feira (16) que o Estado tem agido com veemência para punir os agressores envolvidos em estupros no Estado. De maio do ano passado até o início do mês de junho de 2016, quatro casos foram registrados no Estado. Nesta quarta-feira (15) foi constituída uma comissão com cronograma de obras e atos de gestão para fortalecer a rede de apoio à mulher. Participaram da reunião representantes das secretarias de Segurança, Administração e Educação.

Margarete Coelho ressalta que o Governo tem investido no treinamento contínuo dos agentes de Segurança Pública, no aparelhamento das delegacias do Estado e anunciou mudança na casa abrigo para mulheres.

Sobre os registros de estupros coletivos no Estado, a vice-governadora ressalta que as mulheres tem se encorajado a denunciar os crimes.

“O Piauí é o único estado que tem pesquisas sobre os registros de estupro, mas esse levantamento começou em 2015. A sensação que os estudiosos têm é de que na verdade está acontecendo uma maior notificação. Esses casos já existiam, mas eram subnotificados. As mulheres agora estão mais encorajadas e a sociedade mais propícia a receber”, reitera Coelho.

A vice-governadora acrescenta que a questão da revitimização das vítimas de estupro precisa ser reavaliada. “A mulher tem vergonha de dizer que foi vítima de estupro ou sofreu violência doméstica”, reitera.

0 Comentário