Valença do Piauí, 21 de maio, 2022

Piauí e mais três estados pedem importação de vacina russa ao STF

Como foi prometido pelo governador Wellington Dias (PT), o Governo do Estado do Piauí vai pedir a importação emergencial da Sputnik, vacina de origem russa contra a Covid-19, ao Supremo Tribunal Federal (STF). O Amapá, Ceará e Maranhão também endossam o pedido. Somente o Piauí solicitou 2.173.607 doses do imunizante, que apresentou resultados satisfatórios em testes clínicos e possui eficácia de 97,6%, segundo estudos recentes.

Wellington Dias, que preside o Consórcio Nordeste e está à frente das negociações, já havia avisado ao Governo Federal e à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que tomaria uma atitude caso a regulamentação do fármaco não fosse aprovada com agilidade no país. O Piauí já havia acionado o STF no dia 30 de março a vacina contra o novo coronavírus.

O Maranhão e o Ceará já haviam conseguido a autorização para a importação em 30 dias, mesmo sem aprovação da Anvisa. A autorização partiu do ministro Ricardo Lewandowski no dia 28 de abril. Autoridades brasileiras foram à Rússia nesta segunda-feira (19) para tentar agilizar o processo.

A vacinação no Estado atinge pouco mais de 10% da população, que já tomou pelo menos a primeira dose da vacina. Na contramão do atraso no processo de vacinação em massa no Brasil, Estados do Norte e do Nordeste tomam à frente do processo como forma de salvar vidas.

Fonte: meionorte

0 Comentário