Valença do Piauí, 20 de jul, 2024

Piauí prorroga decreto de emergência zoossanitária por peste suína clássica

O Governo do Piauí prorrogou, por mais 180 dias, o decreto de emergência zoossanitária contra a peste suína clássica – PSC em todo o território piauiense. A medida foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (13) e atende a um pedido da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi), por conta do crescimento de notificações da doença no Estado.  

“O decreto facilita a adoção de medidas de erradicação dos focos de forma rápida, mobilizando também a aplicação de recursos financeiros no combate à doença”, explica o secretário de Estado da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária (Sada), Fábio Abreu.

De janeiro até agora, a Adapi contabiliza 10 focos da peste suína clássica, com 73 animais sacrificados. Os casos deste ano ocorreram nos municípios de São José do Divino, Capitão de Campos e Piripiri, todos localizados na região norte do Piauí. “Essa concentração de focos deve-se principalmente ao fato dessa região concentrar a maior densidade de rebanhos suínos do Piauí, além do sistema de criação ser extensivo, o que contribui para a disseminação do vírus entre animais e dificulta as ações de controle da doença”, explica o gerente de Defesa Animal da Adapi, Idílio Moura.

O Piauí está entre os sete estados do Nordeste considerados zona não livre para a PSC, indicando que na região ainda existe a circulação do vírus com adoecimento de animais. “O desafio do Governo Federal e SVEs [Serviço Veterinário Estadual]
é erradicar a doença no Norte e Nordeste do país, já que as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste já possuem certificado de zona livre da doença ”, disse Idílio, acrescentando que, na região Nordeste, apenas os estados da Bahia e Sergipe avançaram no status sanitário.

Vacinação do rebanho de suínos

A Sada e Adapi iniciaram neste ano a elaboração do plano estratégico de imunização dos animais piauienses. O projeto está sendo alinhado junto ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), SVEs e setor produtivo dos Estados do Piauí, Maranhão e Ceará.

“No próximo dia 26 de junho, teremos um novo encontro em Teresina com técnicos do Mapa e de estados como Maranhão e Ceará. Estamos construindo um plano de vacinação, após autorização do MAPA, e que atenda às suas estratégias e cenários possíveis. Com a implantação da vacinação no Piauí, pretendemos inicialmente controlar as  ocorrências de novos focos e posteriormente erradicar a PSC no Piauí ”, pontuou o secretário Fábio Abreu.

0 Comentário