Valença do Piauí, 04 de dez, 2021

Polícia investiga maior adulteração de combustíveis no PI

fraudePoliciais do 5º DP investigam a atuação de uma quadrilha especializada em adulteração de combustíveis em Teresina. Um depósito clandestino foi descoberto no bairro São João, zona Leste da capital e oito pessoas foram presas. A suspeita é que a quadrilha adulterava o combustível com água e solvente.

Durante a operação, a polícia encontrou tangue supostamente ilegal com 20 mil litros sendo manuseado a céu aberto sem nenhuma proteção.  O policial Heráclito, do 5º DP, informou que a investigação dura seis meses, após denúncia, com filmagem no local. Foram apreendidos dois caminhões de combustíveis que estavam no depósito, além de uma S10 e um Monza.

“A fraude funciona da seguinte forma: o caminhoneiro abastece no terminal de petróleo, deixa o lacre aberto, e depois vem para o deposito e faz a mistura de água e solvente”, informa o policial.  A Perícia do Instituto Criminalística foi até o local e colheu material para ser analisada.

Segundo a investigação, a suposta fraude tem participação dos motoristas de caminhões. “Eles compram gasolina a R$ 2, 00 e com adulteração conseguem vender mais barato em Teresina e no interior do Estado”.

Um dos caminhões encontrados no depósito é de placa de Rio Grande do Piauí.  Veículos de passeio também abastecem no local. Entre os veículos apreendidos está um Monza com sete galões para serem abastecidos.

O delegado geral James Guerra informou que a polícia está investigando a quadrilha. Hoje, às 12h, a polícia civil dará coletiva para divulgar mais informações sobre o caso.

0 Comentário