Portal V1

Procurador eleitoral pede a cassação da chapa eleita em Valença

29/05/2017

Prefeita Ceiça Dias e o vice-prefeito Benedito Gomes

Em decisão tomada no último dia 25 de maio, o Procurador Regional Eleitoral do Piauí, Israel Gonçalves Santos Silva, pediu a cassação do mandato da prefeita, Ceiça Dias e do vice-prefeito Benedito Gomes numa ação de investigação judicial eleitoral ajuizada pela coligação “Nossa União é com o Povo” contra o ex-prefeito Walfredo Filho, através dos advogados José Maria de Araújo Costa, Luís Francivando Rosa da Silva e Paulo Nascimento de Araújo.

Na ação, a coligação afirma que o ex-prefeito teria beneficiado a candidatura da então candidata Ceiça Dias ao pintar prédios públicos com a mesma cor (verde) usada pela candidata Ceiça Dias na campanha.

O ex-prefeito Walfredo Filho na época negou as acusações afirmando que os prédios foram pintados em 2013, antes do pleito eleitoral.

Em fevereiro ultimo a juíza eleitoral, Drª Keylla Ranyere Procópio, julgou improcedente a ação por entender que não havia conexão com fatos levantados pela coligação.

No processo, a prefeita Ceiça Dias e o vice-prefeito Benedito Gomes, afirmaram que o uso da cor verde deu-se por exclusão, uma vez que as demais coligações já tinham se apossados das cores azul, vermelho e laranja.

A afirmação, num entanto não foi aceita pelo procurar eleitoral que pediu a cassação da chapa eleita em Valença por entender que houve abuso por parte do ex-prefeito.

“Demonstram, de forma clara, o abuso de poder político perpetrado pelos investigados e consubstanciado, em uma de suas nuances, na pintura – de forma maciça – na cor verde, dos prédios públicos pelo prefeito, à época, em evidente benefício dos candidatos pertencentes à Coligação “Um Novo Tempo” disse.

O parecer do procurar será juntado ao processo que tem como relator no TRE-PI, o juiz Antônio Lopes de Oliveira.

Compartilhe

Deixe seu comentário