Portal V1

Regina Sousa destaca apoio da Piauí Fomento a pequenos empreendedores

28/10/2020

A Agência Piauí Fomento, desde 2004, apoia os empreendedores no estado. Atualmente, ajuda a alavancar o empreendimento de 350 pessoas com aporte de R$ 13 milhões. E a meta é chegar a R$ 30 milhões até o fim do ano. A vice-governadora Regina Sousa visitou a instituição financeira e elogiou o trabalho da equipe que vem ajudando centenas de pessoas a gerar renda e a melhorar a economia do estado.

Na Vice-Governadoria do Estado há uma equipe que assessora os pequenos e microempreedores a buscar ajuda para alavancar seus negócios e a pessoas que querem gerar a sua própria renda. Os grupos são orientados a procurar crédito na Piauí Fomento. A vice-governadora solicitou à equipe da instituição financeira que simplifique a carteira, que estabeleça critérios diferentes para os pequenos e microempreendedores que vão iniciar um negócio.

“Precisa desburocratizar para quem vai iniciar um pequeno negócio. Um vendedor de picolé, que precisa comprar uma caixa de isopor, uma doceira, costureira não são ainda empresários, estão começando o próprio negócio. No começo tem que abrir a porta para eles”, destacou Regina Sousa.

A vice-governadora ressaltou que a Piauí Fomento se tornou no que o Estado esperava, a porta aberta para os pequenos e microempreendedores que buscam ajuda para alavancar os negócios e para pessoas que vão iniciar um. “ E também fomentar a economia, dar a mão para os pequenos, àqueles que precisam de ajuda, principalmente, agora no momento de pandemia do novo coronavírus”, ressaltou Sousa.

Os grupos, a maioria formado por mulheres, são assessorados pela equipe da Vice-Governadoria, coordenados pela gerente de Relações Públicas, Raimunda Costa, buscam empréstimos de até R$ 5 mil para revigorar ou a criar novos negócios. Em fevereiro deste ano, a Vice-Governadoria promoveu reunião com a equipe da Piauí Fomento com os grupos para repassar informações sobre as linhas de créditos disponíveis e como eles poderiam ter acesso aos valores para expandir ou iniciar o próprio negócio.

Na Piauí Fomento, a liberação do empréstimo para capital de giro se dá em 15 dias. Nas outras instituições financeiras, o prazo é de 60 dias. E os juros são mais baixos e o prazo para o pagamento varia de 12 a 18 meses.

Fonte: ascom

Compartilhe

Deixe seu comentário