Portal V1

Rubens Alencar vai a Câmara e fala sobre ações da Fundação Raul Alencar.

  • off
14/11/2009

rubensdrA 28ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Valença que aconteceu ontem, dia 09 de novembro foi marcada pela participação da Presidenta da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação do Piauí (UNDIME), Antônia Alves de Sousa Araújo e do Presidente da Fundação Raul Alencar, Rubens Alencar. A primeira a usar a tribuna foi a presidenta da UNDIME, Antônia Alves que explanou sobre o Projeto de Lei que dispõe sobre Plano de Carreira Cargos Vencimentos e Remuneração dos Profissionais de Educação do Município de Valença. De acordo com a presidenta o projeto precisa ser aprovado até o dia 31 de dezembro de 2009 nos 5.564 municípios brasileiros conforme determina a Lei 11.738/08.

Antônia Alves fez a leitura do projeto que irá regulamentar o plano de cargos e salários da educação no município. Após a leitura na sessão de ontem o projeto segue para as comissões da casa que tem um mês para dar o seu parecer. Logo depois foi a vez do presidente da Fundação Raul Alencar, Rubens Alencar que enumerou as ações desenvolvidas em Valença pela fundação criada em 04 de junho de 2002. A distribuição de 18 mil mudas de caju, a construção de 4 mil metros de calçamento no Novo Horizonte, a distribuição de peixes e cestas básicas, na Semana Santa, melhorias habitacionais em 80 casas nas localidades Buritizal e Isidoria, incentivo a produção da cana de açúcar, apoio em diversas manifestações culturais como: festivais de folguedos, aniversário da cidade, Salipi, entre outros fizeram parte do discurso do presidente, no entanto a construção das 201 casas pela fundação gerou várias perguntas ao presidente.

A vereadora Ceiça Dias perguntou sobre as residências que ainda não foram ocupadas no residencial, o presidente respondeu a vereadora dizendo que o residencial já foi recebido pela Caixa Econômica, mais que ainda não foi inaugurado oficialmente “o que aconteceu foi que alguns moradores pediram para ocupar as casas antes da inauguração e a fundação e a Caixa Econômica sensíveis ao pleito aceitou mediante a assinatura de um termo de responsabilidade, com isso tanto as pessoas que o ocuparam, como as que não ocuparam as casas não estão erradas, pois o residencial ainda não foi inaugurado oficialmente” explicou.

O vereador Lindomar Amâncio perguntou sobre a lista das pessoas contempladas com as residências, Rubens Alencar disse que foram cadastradas mais de 800 famílias e que coube a Caixa a escolha dos 201 beneficiados afirmou também que mandou para os vereadores toda a documentação inclusive a recusa da prefeitura em conceder o alvará para a construção que só foi conseguida mediante um mandato de segurança. O presidente aproveitou para pedir ao vereador que use seu programa de radio para pedir explicações do Prefeito Municipal sobre os motivos que o levaram a negar o alvará para a construção tanto das casas, como do calçamento do Bairro Novo Horizonte. Pediu ainda que o vereador descubra os motivos porque algumas casas do residencial Solimar Barbosa estão fechadas e algumas já foram até vendidas “mais isso não está certo isso” afirmou o vereador “mais o senhor nunca denunciou nem como radialista ou vereador” rebateu o presidente.

write a essay online

O presidente pediu também a interferência do Poder Legislativo para saber o porquê da prefeitura não ter dado andamento à construção de 284 casas que foram sorteadas no Crovapi Clube há quase dois anos. Informou também que por causa de interferência do prefeito municipal a fundação perdeu um projeto de 100 casas para a cidade de Batalha “com essas denuncias perdemos os prazos e 100 famílias deixaram de ser beneficiadas” disse. Os vereadores Joaquim Filho, Ielva Melão, Pedro Ribalta, Tico Adriano e o presidente Gilmar Barbosa enalteceram o presidente e pediram que o empresário mesmo sofrendo retaliações da prefeitura e dos meios de comunicação continue ajudando nossa cidade. O presidente Gilmar Barbosa devido ao avançar da hora transferiu para a próxima sessão o expediente da sessão de ontem.

jfdghjhthit45
Compartilhe

Comentários fechados