Portal V1

Travesti é esfaqueada e denuncia ter sido vítima de transfobia

01/07/2015

TRANSEXUALA delegacia  de Proteção aos Direitos Humanos e de Repressão às Condutas Discriminatórias está investigando um caso de transfobia que teria acontecido no centro de Teresina na ultima sexta-feira (26). A vítima participou hoje de evento na escola Maria do Carmo Reverdosa da Cruz, no bairro Dirceu, zona Sudeste de Teresina e relatou seu caso.

A vítima de iniciais D.S.B.A., 43 anos, disse que estava no centro de Teresina quando foi atacada por duas travestis que chegaram a lhe esfaquear no peito. Ela já prestou depoimento na delegacia, informou o nome das duas travestis suspeitas e acredita que o motivo foi crime de ódio e pode caracterizar transfobia.

“Elas não têm respeito pela classe, chegaram drogadas e revoltadas e vieram armadas pra cima de mim. são intolerantes e denunciei na delegacia. Não tenho medo, isso não pode ficar impune”.

Ela disse que levou um corte com uma faca na altura do peito e precisou fazer uma cirurgia plástica. O delegado emir maia disse que vai ouvir as suspeitas e apura o caso na delegacia.

Fonte: cidadeverde

Compartilhe

Deixe seu comentário