Portal V1

Valencianos lamentam assassinato de pedreiro em Teresina

07/01/2016
Ele deixa a esposa e quatro filhos.

Ele deixa a esposa e quatro filhos.

A cidade de Valença ainda lamenta o assassinado do pedreiro Josémario Alves de Sousa de 40 anos morto assassinato em Teresina na noite desta quarta-feira, 6 de janeiro, dentro da Radio Pioneira. Ele estava em Teresina há cerca de dois meses trabalhando na reforma da emissora.

Josémario foi morto com sete facadas durante uma tentativa de assalto a emissora. Após a noticia, familiares do pedreiro foram até Teresina para fazer o reconhecimento do corpo. Josémario segundo a policia reagiu ao assalto realizado por dois homens.

“Já reconhecemos o corpo e foi uma cena muito triste. Ele sofreu muitas facadas. Ainda estamos sem saber de nada, o porquê fizeram isso com ele, apenas que foi um assalto. Ele sempre trabalhou como pedreiro e o filho dele, inclusive, estava vindo morar em Teresina, porque passou no vestibular. Todo mundo passou o fim de ano junto e agora aconteceu isso com ele. O Josemário era uma pessoa de família”, disse Larissa Maria Alves, sobrinha de Josemario. Ele deixa a esposa e quatro filhos. A policia ja identificou os dois suspeitos de assassinarem o pedreiro, inclusive um dos acuados teve a foto divulgada pela policia (abaixo). O delegado Baretta afirmou que o crime teve requintes de crueldade.

“Eles cometeram todo o tipo de atrocidade, passaram mais de uma hora no crime. A vítima que sobreviveu disse que ouviu muitos gritos de desespero da vítima fatal. Nossa polícia está trabalhando para dar a resposta necessária e vamos prendê-los. Agora, infelizmente, não sabemos quanto tempo eles ficarão presos. O que temos visto são indivíduos sendo presos, soltos e cometendo delitos novamente”, desabafa Baretta.

 

20160107054723

Compartilhe

Deixe seu comentário