Valença do Piauí, 21 de out, 2021

Vereador Joaquim Filho critica interferência da prefeitura na Câmara. OUÇA

Joaquim Filho

Em entrevista nessa sexta-feira (26), a Rádio Confederação Valenciana, o vereador Joaquim Filho lamentou a interferência que a prefeita Ceiça Dias vem querendo impor a Câmara Municipal de Vereadores. Para o vereador, a prefeita parece não entender que o Poder Legislativo é independente e que a gestão conta hoje com apenas dois dos onze vereadores, por isso essas interferências não passarão, especialmente, quando essas interferências ferem as leis e a ordem do parlamento.

Como exemplo, ele citou a tentativa por parte do Executivo em barrar o desejo da maioria dos vereadores em continuarem trabalhando em julho, tendo em vista que nesse primeiro semestre os vereadores realizaram apenas duas sessões ordinárias.

Joaquim Filho afirmou que conversou com o presidente Lucivaldo Monteiro e o vice-presidente Leilivan Martins, assim como assessores da prefeitura e demais colegas, mas foi surpreendido com a afirmativa de que a prefeita Ceiça Dias não queria que a câmara trabalhasse no recesso de julho para, segundo os vereadores, não descobrirem erros da gestão.

Outra questão é com a tramitação da LDO, que de acordo com Joaquim Filho, a prefeitura quer que os vereadores aprovem a LDO amanhã sem nenhum conhecimento do seu conteúdo. Ele afirmou que a LDO deveria ter chegado em março ou abril, mas ela só foi lida na última sexta-feira.

Outro ponto abordado pelo vereador diz respeito ao envio de um projeto que aumenta o salário dos secretários municipais. Joaquim Filho, que já foi presidente da casa por quatro mandatos, disse que esse projeto não tem validade para essa legislatura. Ele informou que os salários do prefeito, vice-prefeito, secretários e vereadores é votado sempre para os próximos quatro anos, não tendo validade para essa legislatura.

Joaquim Filho relatou que em quase 22 anos de parlamento nunca tinha visto essa tentativa de interferência por parta do Executivo e concluiu dizendo que as pessoas que assessoram a prefeitura parecem não conhecer a legislação. Os vereadores se reúnem em sessão online logo mais às 20h. Clique e ouça a entrevista do vereador.

0 Comentário