Portal V1

Vereadora Íris Moreira denuncia descaso com matadouro de Valença. Vídeo e fotos

12/11/2018

Descaso com matadouro de Valença.

A vereadora Íris Moreira denunciou na tribuna da câmara nesta sexta-feira (09), o descaso que a gestão da prefeita Ceiça Dias vem tendo com o matadouro público municipal. A vereadora afirmou que esteve no matadouro e disse não entender como a vigilância sanitária não tomou nenhuma atitude com as inúmeras irregularidades existentes no local. Assista o pronunciamento abaixo.

As irregularidades começam, segundo Iris Moreira, com a falta de higiene do abatedouro, a falta de estrutura do prédio, que não dispõe de um local adequado para o armazenamento da carne, assim como não conta com um transporte adequado. Ela denunciou que as vísceras, os couros e as carcaças são jogadas ao chão.

descaso com matadouro de Valença.

Disse também que o sangue dos animais abatidos corre a céu aberto causando danos à saúde e ao meio ambiente. Íris Moreira disse ter ficado estarrecida com a forma rústica em que os animais são abatidos.

“Ainda se mata animal como no Século 18 com machadada, perguntei ao veterinário por que não usam uma pistola de abate e ele disse que não compraram, perguntei quanto custa, aí ele disse sete mil reais. Gente o que é sete mil reais para quem gasta dois milhões e meio com serviços terceirizados?” perguntou.

descaso com matadouro de Valença.

Iris Moreira pediu sobriedade a prefeita Ceiça Dias para resolver o problema que atinge a saúde da população e o meio ambiente, ela disse ainda que denunciará o caso a ADAPI e ao Ministério da Agricultura e a quem for de direito para intervir na resolução do problema.

Ela ainda fez duras críticas a coordenação da vigilância sanitária que segundo a mesma, além de não ser habilitada para a exercer a função precisa urgentemente de um curso de relações públicas.

descaso com matadouro de Valença.

“Recebi várias denúncias contra a coordenadora da vigilância sanitária. Ela aterroriza o comércio, aterroriza tanto que um senhor passou mal foi pro hospital porque ela já chega gritando, já chega com arrogância, ela não tem preparo para trabalhar na vigilância sanitária. Esse senhor estava sem luvas pegando uma carne, aí ela fez um escândalo que o senhor aumentou a pressão e foi para o hospital. Agora eu me pergunto para que é que esse senhor vai pegar a carne com a mão, se a carne no matadouro é tratada dessa forma”, indagou.

Imagem Portalv1

A vereadora afirmou que estava solidaria com os marchantes e com os servidores do matadouro que não tem culpa do descaso da gestão municipal com o matadouro público. Ela finalizou dizendo que denunciará mais esse descaso da gestão municipal as autoridades competentes. Assista ao pronunciamento da vereadora.

Compartilhe

1 Comentário

  1. Jota Junior em 12/11/2018 às 15:26

    Lamentável a situação deste matadouro, falta higiene e maior,atenção por partes das autoridades competentes. Pois ha risco de doenças.

Deixe seu comentário