Portal V1

Vereadores ouvem diretor do hospital regional.

01/03/2009

A sessão da Câmara de Vereadores desta sexta-feira (27) foi marcada pela ida do diretor do hospital regional Eustáquio Portela, Jarbas Matias em atendimento ao convite feito pala Câmara de Vereadores, por intermédio dos vereadores Valdefran Vieira e Lindomar Amâncio, ambos do PRTB. O objetivo era ouvir o diretor sobre o funcionamento do hospital regional que freqüentemente recebe críticas da população e dos próprios vereadores.

O diretor iniciou falando sobre uma das principais reclamações, que é o abastecimento da ambulância pelos pacientes que são transportados para Teresina. O diretor reconheceu a cobrança, mais garantiu que essa prática foi abolida pela direção, no entanto segundo o diretor em casos especiais como no translato de pessoas para clinicas particulares, o hospital cede à ambulância, mais a despesa fica por conta do paciente. A extinção da cobrança de acordo com Jarbas Matias se deu pela ajuda das prefeituras da região, que vem custeando o abastecimento.

Outro tema levantado pelo diretor foi à utilização dos aparelhos existentes no hospital que estão há vários anos sem a devida utilização, o diretor explicou que o grande problema é a falta de técnicos tanto na utilização dos aparelhos, quanto na leitura dos exames “essa deficiência já foi informada para a secretaria estadual, que prometeu contratar esses profissionais” disse o diretor que garantiu ainda, que o aparelho de ultra-som está sendo utilizado. Sobre a municipalização do hospital, o diretor foi categórico em sua afirmação “por ser um hospital regional ele não será municipalizado” disse.

Jarbas Matias anunciou ainda a realização de cirurgias como: catarata já para aproxima semana, para pessoas acima de 60 anos, como também de vesícula e próstata, assim como a aquisição de novos aparelhos. Perguntado pelo vereador Valdefran Vieira se existe uma ajuda financeira por parte da prefeitura de Valença para ajudar nas despesas do hospital o diretor respondeu “até o momento não existe essa parceria” disse. Ao final o médico agradeceu o convite e disse que mesmo sabendo que não era obrigatória sua participação na sessão ele fazia questão de participar em respeito ao poder “sempre que for convidado virei dar explicações” finalizou o diretor.

Após a fala do diretor, que durou quase duas horas o vice-presidente da Câmara, vereador Joaquim Filho solicitou que a votação das matérias da sessão fosse transferida para a próxima sexta-feira devido o avançar da hora, a indicação do vereador foi acatada pelo plenário por unanimidade. Sobre a participação do diretor na sessão, o vice-presidente disse que foi importante, no entanto observou que o diretor deveria ter oficializado a participação “toda semana é expedida a pauta da sessão para que os vereadores tomem conhecimento dos assuntos que serão discutidos na sessão, o diretor recebeu um ofício e não respondeu se viria ou não, felizmente a mesa diretora e o plenário não criaram problemas dessa vez”. O vereador Valdefran Vieira e o diretor pediram desculpas pela falta”.

Compartilhe

Deixe seu comentário