Valença do Piauí, 17 de jun, 2024

Vereadora mais bem votada em Valença abre mão do salário

 

Francisca iris concedendo entrevista a Cidade Verde

A vereadora Iris Moreira (PP) quer implementar no município de Valença do Piauí uma forma diferente de fazer política. A parlamentar- que foi a mais votada na cidade- resolveu abdicar do próprio salário em prol da população e sonha que a atitude dela sirva de exemplo. 

“Andando nas casas durante a campanha, ficamos muito preocupados com a realidade. A gente passa muito tempo do trabalho para casa e não observamos a realidade da cidade, ficamos praticamente cegos. Quando você desperta, vê que uma atitude dessa é muito pequena. Se imaginarmos, todos nós vereadores, temos um emprego, temos do que viver…Não temos ideia da necessidade das pessoas e só sentimos quando vamos para a ponta. Minha atitude é muito pouca, mas é alguma coisa e espero que sirva de lição para alguns. Alguns não podem doar todo, mas podiam dividir, fazer uma parte”, disse a vereadora. 

Desprendida, ela conta que não sabe quanto recebe um vereador da cidade. Já em relação ao que fazer com o salário, Iris Moreira parece decidida e diz que pretende dividí-lo  em duas partes. 

“Não tive a curiosidade ainda de olhar quanto é o salário, mas ele será dividido em duas partes: uma será aplicada em auditorias de contas, pois a cidade de Valença não cresce e não se desenvolve e não é por falta de recursos. Acredito que pela falta de fiscalização. Então, a gente precisa de orientação. A outra parte será voltada para o povo como se fosse uma verba de gabinete e será aplicada em obras que gerem emprego e as pessoas possam ter um renda”, disse a vereadora que também é professora e empresária. 

Iris Moreira finaliza a entrevista ao Notícia da Manhã dando mais uma lição de empatia e altruísmo. 

“Hoje eu posso viver tranquilamente. Então, eu imagino: se eu posso, por que eu também não poderia fazer isso por outras pessoas? Eu já fazia isso, mas a nossa parte social era pequena. Agora, eu posso fazer mais e maior e vou buscar não só com o salário, mas de outras formas. Se começamos a interpretar a política de uma forma diferente, de ajuda ao povo, teremos uma país melhor. Minha parte é muito pequena, mas vou me esforçar muito para mudar a realidade. Às vezes, a gente não pode dar 1 kg de açúcar, mas podemos dar uma colher e se juntarmos várias colheres, conseguimos 1 kg”, finaliza. 

Fonte: cidadeverde

3 Comentários

vicente macedo

Espero que essa atitude possa ser imitada por mais políticos não só de Valença, realmente um parlamentar tem tantas regalias que mesmo abrindo mão do próprio salário não vai lhe fazer muita falta. Parabéns a nobre vereadora pela iniciativa. A verdade é, poucos com quase tudo e muitos com nada ou quase nada.

05 jan, 2017 Responder

Joao Paulo

Se nao tiver se aparecendo vai ser uma atitude o nobre. Porem sou adepto a Sao Tome e so acredito vendo

05 jan, 2017 Responder

Atitude louvável , realmente qd a gente anda pelos bairros observamos que existe uma grande maioria que passa necessidade. Espero que os outros possam se espelhar e não almeje apenas as regalias.Parabens Vereadora Iris.

Com certeza Valença vai saber agradecê-la.

05 jan, 2017 Responder