Portal V1

A AUTORIDADE AGORA É DO JUIZ!

03/06/2009

Tenho observado que a segurança pública está muito vigilante na prevenção e no combate à delinqüência que vem assustando a população de Valença. Neste ultimo final de semana vi os organismos policiais unidos numa varredura por toda a cidade buscando flagrar e prender os transgressores da lei. O que se comenta com relação aos menores é aterrorizante, sobretudo no que diz respeito ao consumo de drogas ilícitas, álcool e também corrupção de menores no sentido mais amplo da expressão. Com relação a eles há uma Portaria de nº 167/2007 do MM Juiz da Comarca, Dr. Wagner Linhares, determinando “eficaz vigilância” das autoridades policiais e mandando que se recolham ao Conselho Tutelar aqueles que forem encontrados depois da meia noite desacompanhados dos pais ou responsáveis ou em atitudes suspeitas, nos bares, casas noturnas e similares. Com respeito aos proprietários dos estabelecimentos comerciais, o Ten. Santos informou que aquele que vender, ou o maior que estiver numa mesa de bar ou similar consumindo bebida alcoólica com menores, todos serão conduzidos às barras da justiça.  Esta situação de descontrole social vem tirando os cabelos de muitos pais de família e também das autoridades em todos os níveis. Por esta causa, a maioria do povo aprova essa providencia, por entender que é uma forma de preservar a integridade dos menores em relação a esta situação de risco. O Dr. Wagner Linhares nas Comarcas por onde tem passado deixa o registro de aplicar o princípio da providencia judicial protetiva da criança e do adolescente, não permite que tudo vire uma “zorra” diante da omissão da família ou mesmo pela própria conduta temerária do adolescente. O certo mesmo é que muitos já perderam o controle dos filhos e de fato precisam agora da proteção do Estado para retirada deles desta conjuntura de exposição às drogas e à prostituição. Recolher e entregar ao Conselho Tutelar pode até ser um choque, mas será também um alívio para quem há muito já perdeu a autoridade e não pode mais dominar a rebeldia. Neste caso não há o que se discutir, o controle do judiciário é um imperativo. Que a Portaria do Dr. Wagner seja cumprida é o que mais essas famílias esperam. A juventude, mesmo que se rebele neste primeiro instante, precisa de uma bússola e um destino para indicar onde ela quer chegar, e como agora falta autoridade em casa, é do JUIZ  que ela deve brotar, e logo.

 [email protected]

Compartilhe

1 Comentário

Deixe seu comentário