Valença do Piauí, 27 de nov, 2021

Acusado de estuprar criança, pede que filha de 13 anos escreva carta

policia

A Polícia Civil de São João do Piauí realiza buscas para tentar capturar um homem acusado de estuprar a própria sobrinha, de 12 anos, e ainda tentar violentar sexualmente a filha de 13 anos de idade. O caso ocorreu no município de Nova Santa Rita, a 444 km de Teresina, e exames de Corpo de Delito comprovaram que a criança teve o hímen parcialmente rompido.

“A filha do acusado sempre ia à residência visitá-lo e fazer algumas tarefas domésticas, uma vez que os pais eram separados. Desta vez, ela levou a prima que foi mantida refém sob mira de uma espingarda e violentada sexualmente”, explica o Delegado Regional Jorge Terceiro.

As agressões ocorreram dentro da própria residência do suspeito, na localidade Cacimba. De acordo com o delegado, a filha só não chegou a ser violentada porque fugiu de posse de um celular usado para ligar para a família da prima.

“Antes de violentar a criança, ele ainda ofereceu vinho para tentar embriagá-las. A menina conta que o pai  ainda chegou a pedir um preservativo, antes de agredir a prima e pediu que ela escrevesse uma carta direcionada a avó”, explica Terceiro.

De acordo com o delegado, a carta não chegou a ser escrita e a filha apenas folheou um caderno, fingindo estar redigindo. “Ele mandou ela escrever na carta que ia estuprar e matá-las e em seguida cometer suicídio”, reitera.

O acusado não teve a identidade revelada e fugiu armado. Ele é caçador e está sendo procurado por toda a região. As crianças prestaram depoimento na delegacia de São João do Piauí, nesta terça-feira (16), presença dos pais e do Conselho Tutelar.

 

Fonte: cidadeverde

1 Comentário

ioneide

lamentavel o caso dessa crinça ele e um monstro

17 set, 2014 Responder