Valença do Piauí, 14 de maio, 2021

Acusado de estupro em Valença continua foragido

Arquivo
Arquivo

A policia ainda não conseguiu capturar o acusado conhecido por Ceará de 38 anos acusado de tentativa de homicídio e estupro de uma senhora de 57 anos no sábado (13) em Valença do Piauí. Cerca de 15 policiais estão envolvidos na operação na zona rural de Pimenteiras, onde o acusado está embrenhado na mata.

Informações obtidas pelo Portalv1, dão conta que o acusado já foi visto por moradores da localidade pedindo água e comida e se passando por caçador. A policia acredita que o acusado será preso nas próximas horas não só pelo cerco da policia, mais pelo cansaço do acusado.

Novas informações dão conta da brutalidade do crime que se já não bastasse à insensatez do estupro foi agravada pela agressão sofrida pela vitima que foi agredida covardemente e deixada em uma estrada vicinal nas proximidades do Bairro Morada Nova.

Testemunhas dão conta que após cometer o crime o acusado foi até à casa da vitima, onde teria afirmado que havia sofrido um acidente. No domingo pela manha Ceará viajou para a zona rural de Pimenteiras, onde se encontra foragido. A vitima já se encontra em Valença. A delegada Tânia Miranda coordenadora do núcleo de feminicidio da policia civil que apura casos de violência contra as mulheres, travestis e transexuais acompanha o caso de Valença que teve repercussão estadual.

2 Comentários

jose filho

esse ai mereçe apodrecer na cadeia…

17 jun, 2015 Responder

Ludmila

espero q esse pervertido e doente seja capturado e q a justiça ñ solte ,se os crisminos pagassem pelo o q faz o Brasil seria diferente

18 jun, 2015 Responder