Valença do Piauí, 27 de nov, 2021

Alunos e entidades vão as ruas pedir punição e ação contras as drogas

A manifestação percorreu as ruas de Valença chamando a atenção para o problema das drogas
A manifestação percorreu as ruas de Valença chamando a atenção para o problema das drogas

A sociedade organizada de Valença do Piauí começa efetivamente a mostrar publicamente sua insatisfação com a timidez no combate e falta de punições contra as pessoas envolvidas no trafico de drogas em Valença. Uma manifestação encabeçada pelos alunos da Unidade Escolar Santo engrossada pela participação de entidades como a maçonaria, pastoral da criança, conselhos da mulher, Cepava, entre outras entidades, percorreu as ruas de Valença mostrando a preocupação com o aumento considerado do uso de entorpecentes na cidade e a falta de punição dos acusados.

Usando faixas chamando atenção para a importância da vida a caminhada chamou a atenção da sociedade que começa a se preocupar com o problema que atinge famílias inteiras desencadeando uma serie de outras violências.

O venerável da Loja Maçônica Cavaleiros Valencianos Nº 28 Dr. José Itamar disse que a maçonaria está organizando em parceria com outras entidades levantamentos sobre o combate as drogas. A ideia final é realizar um fórum de debates com as autoridades competentes para tentar diminuir a ação devastadora que as drogas estão exercendo em Valença. A caminhada dessa quinta-feira (13) fez parte da programação da X Feira Cultura da Unidade Escolar Santo Antônio que deve e merece ser louvada.

Fotos: Erismar Leite

.
2 Comentários

Mauricio jones

Valença precisa urgentemente providenciar uma ação de combate as drogas e outros males. Infelizmente nossa cidade se tornou referencia de cidade das drogas, prostituição, pedofilia, roubos, furtos e muitas outras coisas ruins. A sociedade precisa sair do marasmo e cobrar das autoridades competentes uma solução urgente, e claro fazer a sua parte. Pois se formos esperar uma atitude de nossos políticos, nada será feito; pois o traficante, o viciado os aliciadores de menores, os que fomentam a prostituição; todos VOTAM. Uma das primeiras providencia seria de festas, bares e similares funcionarem so até as tres horas da manhã, como já fazem Teresina e as grandes cidades do nosso estado, já evitaria muita coisa.

16 jun, 2013 Responder

Ivonete Soares

OI!!!!CHEGA DE CULPAR OS POLITICOS POR TUDO O QUE NÃO PRESTA, SE CADA PAI, CADA MÃE VIGIASSEM OS SEUS FILHOS EU APOSTO QUE 90% ESTARIA MELHOR, TEM MUITAS MÃES QUE A FILHA AOS 13 ANOS OU MENOS JÁ É PRA NAMORAR E O FILHO HOMEM SE NÃO TRANSAR É HOMOSEXUAL. E POR AI VAI.

18 jun, 2013 Responder