Valença do Piauí, 09 de ago, 2022

Apple e Gradiente suspendem a disputa pela marca iPhone

A Gradiente e a Apple terão uma trégua em sua disputa na Justiça pelo nome iPhone. As empresas suspenderam por 30 dias as ações por causa do registro em uma tentativa de fazer um acordo, conforme informações de Lauro Jardim, da coluna Radar on-line da Veja.

O colunista afirma que “a Apple deve oferecer uma quantia relevante para que a Gradiente abra mão da marca”.

gradiente

Em fevereiro, o INPI (Instituto Nacional da Propriedade Intelectual) concedeu à brasileira o direito de uso da marca iPhone. A Gradiente havia entrado com o pedido de registro em 2000, sete anos antes do lançamento do primeiro smartphone da Apple, mas só conseguiu a autorização do órgão em 2008.

Também no mês passado, a Apple solicitou ao INPI que invalidasse o direito da Gradiente sobre a marca. A companhia alega que a Gradiente não usou o nome “iPhone” em nenhum produto entre janeiro de 2008 e janeiro de 2013, o que, nos termos da legislação brasileira, dá margem para a anulação do direito de uso. A Gradiente tinha, então, 60 dias para comprovar se vendeu produtos com a marca dentro desse período.

0 Comentário