Valença do Piauí, 14 de ago, 2022

Ato contra Reman fecha pista da Paulista

O protesto é contra a eleição do senador Renan Calheiros para a presidência do Senado.
O protesto é contra a eleição do senador Renan Calheiros para a presidência do Senado.

Um grupo de manifestantes fechou a pista da Avenida Paulista, no sentido Consolação, na tarde deste sábado (9) em protesto contra a eleição do senador Renan Calheiros (PMDB) para a presidência do Senado. A Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET) estima que 200 pessoas participaram da manifestação.

O protesto, marcado pela internet, começou às 14h no vão livre do Masp, segundo um dos organizadores, Rafael Frota Carvalho, de 35 anos, líder do movimento “Quero o Fim da Corrupção”.

O trânsito ficou complicado na avenida, já que o grupo fechou totalmente a pista na esquina da Paulista com a Rua Augusta por volta de 16h40. Na sequência, o grupo seguiu no sentido da av. Brigadeiro Luiz Antonio, fechando a outra pista da avenida, e voltou para o Masp, por volta das 17h20.

Carvalho considera simbólico fazer o protesto no carnaval. “A gente optou pelo carnaval porque o povo para nessa época do ano. Então perder alguns minutos e se interessar pelo que acontece no país é importante.”

Para o organizador do protesto, Calheiros “assumiu a culpa” ao renunciar, no passado, ao cargo de presidente do Senado para não sofrer um processo de cassação. “Nosso Senado Federal é um dos mais caros do mundo”, reclamou.

G1.com

0 Comentário