Portal V1

Carnaval 2009, ainda não empolgou.

23/02/2009

Os dois primeiros dias de carnaval em Valença não conseguiram empolgar o folião, que permaneceu na cidade para a folia de momo. A falta de atrações musicais expressivas, somadas à falta de energia, chuva e a falta de conforto para o folião vem marcando o nosso carnaval. A organização que ornamentou três quarteirões (do Banco do Brasil ao Banco do Nordeste), ainda não viu a lotação por completo (apesar da melhora da segunda noite).  As vendas de abadas também não atendeu a expectativa “quem confeccionou 250 abadas teve prejuízo” disse o presidente do Bloco Papaléguas, Jordenilson Moura, um dos mais tradicionais de Valença. Ele culpa a falta de atração pelo fracasso do carnaval “como não temos um trio-elétrico, o sentido de você adquirir um abada por R$ 20 reais fica inviabilizado, tem blocos que está dando abadas” disse. Quem anda reclamando também do carnaval são os proprietários das lojas, como a prefeitura não disponibilizou banheiros químicos, as necessidades fisiológicas estão sendo feitas nas calçadas. A praça de alimentação que foi montada na Rua Areolino de Abreu foi transferida para as ruas Epaminondas Nogueira e São João “nos reunimos com a organização e pedimos a mudança de local, sob pena de não vendermos nada” disse um ambulante. A Banda Prabalar anima a noite desta segunda-feira e o encerramento fica a cargo da Banda Jóia Rara. No detalhe o sempre animado Jóinha, que confeccionou 60 abadas (Bloco Arrí Égua) e distribuiu gratuitamente para os foliões “nós saímos pelas ruas da cidade visitando bares chamando a população para brincar o carnaval, isso era o que a prefeitura deveria fazer” disse. O Crovapi também não atraiu até agora o interesse do folião. Por outro lado os bares estão registrando boa participação de foliões                        

Compartilhe

Deixe seu comentário