Valença do Piauí, 15 de jan, 2021

Casas invadidas em Pimenteiras têm energia cortada. Entenda

As 50 casas foram invadidas nesta sexta-feira

Como se não bastasse à falta de água para o consumo humano as famílias que invadiram as 50 casas em Pimenteiras foram surpreendidas nesta segunda-feira (03) pelo corte no fornecimento de energia elétrica na rede que passa em frente às casas. A invasão das casas aconteceu na sexta-feira (01), depois que a população cansou de esperar a distribuição oficial vista que as casas foram construídas há quase quatro anos pela Defesa Civil e pela Agencia de Desenvolvimento Habitacional (ADH).

No local existem idosos e crianças e a população pede que as autoridades municipais intervenha no sentido de manter as famílias nas casas construídas pelos órgãos estaduais.

Em conversa com o portalv1 os invasores pediram que o prefeito ficasse do lado deles e não deixe que eles sejam retirados das casas. O portalgp1 em matéria assinada pelo jornalista Rauristênio Bezerra informou que o desligamento teria o consentimento do prefeito municipal. Veja a matéria.

 

Caos começa a se instalar em Pimenteiras após famílias ocuparem conjunto habitacional

 

No último sábado, dia 02 de junho, a população de Pimenteiras, cidade que fica na Microrregião de Valença do Piauí, a 253 km de Teresina, surpreendeu-se com a coragem de alguns moradores que há pelo menos três anos esperavam a entrega de 50 (cinquenta) casas populares que já estavam prontas, mas que por motivos desconhecidos pela população não haviam sido entregues.

As casas foram ocupadas e lá estão morando 50 famílias pimenteirenses, todas, sem exceção, compostas de pessoas carentes que não têm um teto para morar. No local não havia energia elétrica em suas casas, mas existia iluminação pública dos postes que até então estavam ligados, entretanto, na tarde desta segunda-feira (04) foram surpreendidos pela chegada de uma equipe da Eletrobrás para o desligamento dos mesmos.

Segundo informações de populares, foi a próprio governo municipal que atualmente é administrado pelo Prefeito Romualdo de Sousa Pereira (conhecido por Netinho) que solicitou da Eletrobras para que fosse feito o desligamento de energia dos postes das vias públicas naquela localidade.

O que também deixa a todos intrigados é o tamanho interesse da Eletrobras em desligar a energia destes postes que antes funcionavam sem haver moradores e agora que as referidas casas estão ocupadas resolve realizar o triste desligamento, prejudicando sobremaneira estas famílias que já não tem a quem recorrer.

Consta ainda que a população está revoltada com tanto descaso, com tamanha falta de responsabilidade por parte poder público. Estas pessoas merecem respeito e condições dignas de moradia, é necessário, portanto, que se faça um apelo ao bom senso dos administradores públicos para resolver o caos que está se instalando no município de Pimenteiras e que a situação seja regularizada urgentemente, até porque estas famílias têm seus direitos constitucionais que precisam ser garantidos.

8 Comentários

ANDRELINA VITAL

AS PESSOA QUE ENVADIRAM AS CASAS SÃO AS MESMA QUE FORAM COMTENPLADAS ELES ENTRARAM POR QUE DEMORARAM PRA RECEBE ,ESTA NA HORA DAS PESSOAS PROCURA UM ADVOGA DO PRA AJUDA ELES ,VAMOS DA UM BASTA

05 jun, 2012 Responder

Alex

Com todo respeito ao Digníssimo Advogado, convenhamos. Não se tratava de um convênio com a prefeitura? Quanto a eletrobrás o pedido de ligamento da luz para as casas foi solicitado sim, então a eletrobrás está presumindo que os cidadãos que ocuparam aquelas casas são pessoas desonestas que roubariam energia elétrica? eles agora agem por suposiões, interessante.”Provável ação da ADH”, muito bem, então eles estão se antecipando fazendo um trabalho todo baseado em mera especulação, ou estamos tendo alguma omissão de fatos?Quanto a Imagem do Prefeito ela já está maculada pelas inúmeras falhas em sua administração, inclusive por falta de pagamento para a própria eletrobrás referente ao prédio da prefeitura.Por favor não somos tão ingênuos assim, não nos julgue tão ignorantes.

05 jun, 2012 Responder

manuelle

comcordo plenamente com vc alex,vc falou pouco mas disse tudo!!!

06 jun, 2012 Responder

cinthia

“As casas invadidas foram construídas pela ADH e pela Defesa Civil Estadual. Como se trata de obra pública estadual, sem nenhuma ingerência do Poder Público Municipal, o prefeito Netinho nada tem a ver seja com a entrega das casas ou com a invasão destas” dignissimo advogado vamos ver se no palanque o prefeito vai dizer essas mesmas palavras por que até onde eu sei ele enche o peito para dizer que a prefeitura consegui essas casa.

05 jun, 2012 Responder

PATRICIA DA SILVA

È Pessoal é tão facil colocar a culpa no poder público municipal; principalmente quando se é adversário político, só que estão esquecendo o principal que são os eleitores deste municipio que os elege, e hoje o que se percebe é que aqueles que estão chegando agora tá usando o sofrimento deste povo para se promover politicamente. É tamanha a desumanidade que mesmo tendo conhecimento que o poder publico municipal não é o responsável por este fato, ficam encentivando as familias a se confrontar uns com as outras e com os orgãos ESTADUAIS E FEDERAIS, colocando – as em risco por ordem de um despejo.
Digo mais não use o sofrimento deste povo para se promover politicamente. use seus próprios meritos para um dia lá chegar. com honestidade também se constroi.

06 jun, 2012 Responder

Maria

Acho que a assessoria jurídica do prefeito e a assessoria de imprensa do mesmo não andam muito afinadas, pois naquele blog de Pimenteiras do 180graus a correspondente diz claramente que as casas são uma parceria com a prefeitura e que inclusive no dia da ocupação “coincidentemente” ele o Sr. Prefeito tratava deste assunto em Teresina.Vocês precisam parar de achar que as pessoas são burras, “o pior cego é aquele que não quer ver” já diz o ditado.

06 jun, 2012 Responder

Raimundo Neto

O vergonhoso é ver coitadinhos lá ocupando casa com o carro estacionado na frente. Não tem onde morar, mas tem um carro para passear. A ocupação não passa de um complô político local. Na verdade essa pessoas foram incitadas por políticos para realizarem a ocupação. Isso é uma vergonha. Que condenem as autoridades responsáveis, mas sem baixar mais ainda o nível da politicagem.Pobre Pimenteiras que corre risco de INVASÃO!!!!!!!

07 jun, 2012 Responder

Márlio Beirute Andrade

Nossa! Essa Andrelina é uma ignorante, ignora quase que totalmente a língua portuguesa.

12 jul, 2013 Responder