Portal V1

Conferência de Saúde aponta erros e da sugestões aos gestores

29/06/2011

Mesa solene da 8ª Conferência Municipal de Saúde

Representantes da saúde das esferas municipais e estadual estiveram durante dois dias discutindo os principais problemas enfrentados pela nossa saúde e elaborando propostas para serem implementadas em Valença do Piaui e nas conferências estadual e nacional. Realizada pela Secretária Municipal de Saúde, a 8ª Conferência Municipal de Saúde  realizada no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais teve a participação de especialistas e gestores, que juntamente com nossos profissionais tentaram fazer um raio x de nossa saúde no tocante a cobertura e as dificuldades enfrentadas pelo sistema em nossa cidade.

Nas mesas redondas foram ouvidas cobranças dos usuários da saúde sobre a falta de cobertura na zona rural e cobranças para que os profissionais cumpram suas cargas horárias sem prejuízos a população, sobre esse tema ficou acertado que a Secretaria Municipal de Saúde precisa exigir, fiscalizar e punir os médicos que não cumprem sua carga horária. Há denuncias tanto de ONGs, como da Câmara Municipal de que os profissionais trabalham em media três dias por semana, quando a cobertura deveria ser de 40 horas semanais.

Os participantes da conferência ouviram relatos de dois conferencistas, um funcionário da própria secretaria de saúde e uma agente de saúde, que precisaram do serviço de odontologia da Secretária de Saúde para resolver uma incomoda dor de dente e mesmo com a gravidade foram informados que só havia vagas dentro de dois meses. Como era uma emergência tiveram que procurar clinicas particulares para terem seus problemas resolvidos.

Foi cobrada também a reativação do gabinete odontológico do hospital regional, que conta em seus quadros com três profissionais a sua disposição, no entanto não há atendimento. A construção de um posto de saúde no Bairro Valentim também fez parte das sugestões da 8ª conferência de saúde. Uma das palestras mais elogiadas da conferência foi a do Dr. Pascoal Costa que é medico do trabalho e coordenador da SMS de Picos. Ele falou sobre o Sistema Único de Saúde na Seguridade Social, Políticas Publicas e Patrimônio do Povo Brasileiro.  A palestra da Drª Suzana Alexandrino, gerente de auditoria da SESSAPI também chamou a atenção.

A construção do posto de saúde foi garantida pelo prefeito municipal Francisco Alcântara e pelo secretário de saúde Walfredo Filho. Rita Celestino, Pedrina, Aldemir Tomaz e José Martim foram eleitos os delegados para a Conferência estadual.

Compartilhe

2 Comentários

  1. antonio de picos em 29/06/2011 às 14:03

    se isto é verdade,eu falo que nem o glorioso Borris Casói,isto é uma vergonha.

  2. Paulo em 29/06/2011 às 20:23

    É com este trabalho que o secretário de saúde quer se credenciar como candidato a prefeito em 2012? Se for mesmo, até um desconhecido ganhará a eleição. Te alerta prefeito, o povo está mudando a consciência.

Deixe seu comentário