Portal V1

Confira a Programação da Semana da Consciência Negra em Valença

15/11/2010

Esmeraldina e Mauricélia Sousa

Será realizada de 20 a 26 de novembro, mais uma semana da Consciência Negra em Valença. O evento é realizado pela Casa Renascer, Cepava, Grupo Jovens Em Ação e Casa de Crioulo. Dia 20 acontece Oficinas de Percussão e Dança Afro na Casa Renascer e Festa de Cultura Afro na comunidade Quilombola Tranqueira.

Dia 21 continua as atividades de Percussão e Dança Afro na Casa Renascer. No dia 26 acontecerá a Festa da Beleza Negra, com a escolha da miss e mister beleza negra 2010, na Churrascaria Kanto Azul.

Esta data foi estabelecida pelo projeto lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.

Compartilhe

2 Comentários

  1. francisco otavio em 16/11/2010 às 14:28

    Bonita iniciativa já que exsite muito preconceito em relação a raça negra mas a coneicnia esta melhortando exitse muit coisa por fazer ainda. Valeu.

  2. vicente izidorio soares em 18/11/2010 às 17:22

    Dia da Consciência Negra é uma data para a reflexão de todos nós brasileiros. Durante o período da escravidão, os negros sofreram inúmeras injustiças. E ás custas do seu sofrimento nas senzalas, nos campos e nas cidades, foi erguido tudo o que havia no Brasil daquela época. Os negros resistiram de diversas formas, nas muitas revoltas, fugas e com a formação de quilombos em várias partes do país. Assim, surgiu o Quilombo dos Palmares e o seu sonho de liberdade, que teve como principal líder Zumbi.

    Veio a Abolição em 1888, o Brasil mudou e hoje é uma das maiores economias do mundo. No entanto, os negros continuaram em situação de desigualdade, ocupando as funções menos qualificadas no mercado de trabalho, sem acesso às terras ancestralmente ocupadas no campo, e na condição de maiores agentes e vítimas da violência nas periferias das grandes cidades. Sua luta, inspirada em Zumbi e em outros heróis negros que tombaram ao longo do caminho, precisava continuar.

    Zumbi foi morto em 20 de novembro de 1695, e seu corpo foi exibido em praça pública para semear o medo entre os escravos e impedir novas revoltas e fugas. Mas o efeito foi oposto, despertando em muitos a consciência de que era preciso lutar contra a escravidão e as desigualdades, como Zumbi ousou fazer. A memória deste herói nacional, no Dia da Consciência Negra, nos compromete com a construção de uma sociedade na qual todos tenham não apenas a igualdade formal dos direitos, mas a igualdade real das oportunidades.

    VICENTE IZIDORIO SOARES
    TÉC DE SEGURANÇA DO TRABALHO

Deixe seu comentário