Valença do Piauí, 24 de jun, 2021

Demolição da sala de parto humanizado do hospital já começou. Fotos

sala de parto humanizado do Hospital Regional Eustáquio Portela em Valença
sala de parto humanizado do Hospital Regional Eustáquio Portela em Valença

Já começou o trabalho de demolição da sala de parto humanizado do Hospital Regional Eustáquio Portela em Valença. A sala foi condenada pela engenharia da Secretaria Estadual de Saúde (SESSAPI), após o afundamento da mesma que foi construída em cima não de uma mais de três fossas que veio a arriar a estrutura causando um odor insuportável no local. De acordo com diretor José Filho, os pacientes que utilizam a sala não sofrerão com sua ausência, uma vez, que outra sala foi preparada para os pacientes.

Ele informou que antes da demolição, o hospital ouviu a opinião de dois engenheiros da SESSAPI, que foram unanimes na condenação da obra. “A vistoria do engenheiro foi acompanhada pelo promotor Dr. Sinobilino Junior que concordou com a demolição, após as explicações do engenheiro” disse.

José Filho que está na direção interinamente do hospital desde janeiro afirmou que a direção está trabalhando muito para colocar o hospital em situação de atender não só a cidade de Valença, mais também a todas as outras da região valenciana.

Ele informou que a direção vem trabalhando no sentido de regularizar o atendimento medico no pronto socorro e no ambulatório do hospital, assim como vem tomando medidas para tirar o que classificou de alguns vícios existentes na administração. O diretor também lamentou a falta de cobertura dos postos de saúde das cidades jurisdicionadas que superlota o pronto socorro do hospital com problemas de responsabilidades das prefeituras.

.

 

0 Comentário